Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Como Controlar a Ansiedade: 10 Dicas para Diminuir os Sintomas

como controlar a ansiedade

Conviver com o Transtorno de Ansiedade é uma dificuldade que inúmeras pessoas enfrentam todos os dias, em suas vidas.

É um sufoco que poucas delas sabem administrar, afinal nem sempre buscam pela ajuda correta ou as técnicas mais assertivas para lidar com o transtorno.

Dor no peito, nervosismo, suor excessivo, preocupação constante, pensamentos acelerados e muito mais fazem parte desse problema que nos tira o sono quase todos os dias.

A partir daí vem o questionamento mais comum: como controlar a ansiedade e pensamentos negativos?

De fato, nossa rotina vira uma bagunça com a insistência dos sintomas desse problema e, muitas vezes, até nossas relações são abaladas por ele.

Considerando as dúvidas e os medos que muitas pessoas trazem em nome da ansiedade, desenvolvemos esse artigo para te ajudar a descobrir como diminuir a ansiedade nos momentos certos.

Leia até o final para encontrar alguma luz no fim do túnel!

 O que é a ansiedade

O que é a ansiedade?

Antes de mais nada, é preciso entender que existe mais de um tipo de ansiedade com sintomas semelhantes, mas intensidades completamente diferentes.

Por incrível que pareça, existe um tipo de ansiedade mais comum entre as pessoas, que geralmente envolve o nervosismo para algum evento específico, seja uma prova, um encontro ou qualquer coisa parecida.

Essa é uma ansiedade saudável, porque funciona mais como uma reação natural do nosso corpo a uma situação que nos deixa desconfortáveis.

O problema cresce quando as crises acontecem de forma mais agressiva e constantemente, nos fazendo virar refém desse sentimento e, consequentemente, dos seus sintomas.

A ansiedade grave nada mais é que um transtorno de ordem mental que exibe preocupação excessiva e um sentimento de medo desenfreado.

Pessoas com esse transtorno apresentam níveis de estresse altíssimos e estão sempre lidando com uma avalanche de sensações.

A mente fica inquieta, o que faz com que o corpo responda da mesma forma, senão pior.

Os desafios, no entanto, não param por aí, quando o assunto é aprender a como controlar a ansiedade!

Isso porque uma crise pode alavancar muitas emoções, o que traz o descontrole emocional, crises de choro, o sentimento de vazio e muitas dores do passado que estavam adormecidas.

Daí a necessidade de dar a atenção certa a esse tipo de situação.

Muitas pessoas ignoram essas crises achando que podem administrar os próprios sentimentos, quando, na verdade, estão vivendo na linha do limite emocional o tempo todo.

Um profissional pode ajudar essas pessoas a se reconectarem consigo mesmas, buscando o melhor de si e curando cada ferida deixada pela ansiedade excessiva.

Esse é um passo determinante para que elas se sintam mais confiantes, seguras e confortáveis em ambientes de trabalho, com pressão ou até mesmo dentro de relacionamentos, por exemplo.

No entanto, é necessário observar que além de diferentes tipos de ansiedade, existem também diferentes comportamentos e reações perante ela.

Cada indivíduo carrega uma história, uma carga genética e um contexto de vida, ou seja, a forma como sua mente e seu corpo irão responder à ansiedade é muito diferente.

Por isso, muitas pessoas apresentam sintomas mais pesados do que outras.

Sinais e sintomas não são regra, especialmente quando o assunto é algum transtorno de ordem mental.

como controlar a ansiedade

 

10 Dicas de como controlar a ansiedade

Depois de ouvir tanto sobre descontrole emocional, estresse, raiva em excesso, problemas de nervosismo e pressão, você deve estar se perguntando: mas afinal, como fazer para controlar a ansiedade?

Como já comentamos, é muito delicado achar uma solução única para um problema tão universal e que atinge tantas pessoas de inúmeros jeitos.

Entretanto, também é indispensável que essas pessoas encontrem o apoio certo para lidar com suas demandas emocionais, certo?

Foi pensando nisso que elaboramos essas 10 dicas de como controlar a ansiedade, para que essas pessoas encontrem possibilidades de solução para o seu problema e, acima de tudo, consigam aliviar seus sintomas.

É claro que não se trata de uma receita de bolo, ou seja, não é sempre que essas estratégias irão funcionar. Por isso, o tratamento psicológico é indispensável, afinal é o único capaz de atender às necessidades de cada um.

Acompanhe as dicas que selecionamos para você:

 

1. Entenda qual é o problema

Antes mesmo de aprender a como controlar a crise de ansiedade, é preciso identificar o que está acontecendo.

Muitas pessoas confundem esse problema com crises de pânico ou estados depressivos, por exemplo, que também são questões graves, mas de sintomas e intensidades diferentes.

Por isso, é importante observar seus comportamentos ao longo da semana, ver como seu corpo e sua mente respondem às situações e, acima de tudo, a forma como você se sente dentro de cada processo.

Nem sempre a causadora da nossa angústia é a ansiedade, por mais que seja um dos problemas psicológicos mais comuns.

 

2. Atente-se a respiração

Há quem diga que a chave das dificuldades com a ansiedade é a respiração, sabia?

Isso porque grande parte da tensão que esse transtorno causa no nosso corpo pode ser aliviada através do controle dela.

Oxigenar a mente, trazer leveza para o corpo e aumentar a tranquilidade é o tipo de coisa que a nossa respiração consegue fazer, melhorando nossa possibilidade de foco e nos deixando mais calmos com o tempo.

É possível trabalhar isso com alguns exercícios simples e até com meditação, largando o estado nervoso e conseguindo vencer, aos poucos, a ansiedade.

 

3. Encontre o causador da sua ansiedade

Agora que você já entende o tamanho do problema, talvez seja a hora descobrir de onde surge toda essa nuvem de medo.

Há quem descubra isso dentro do próprio ambiente de trabalho ou até em casa, na relação amorosa, na família e semelhantes.

O mais importante é saber que uma fonte de insegurança não anula a outra, isto é, muitas coisas podem contribuir para essa sensação ansiosa, até aquelas que você nem imagina.

Daí a necessidade de desenvolver mais o autoconhecimento, sabendo aquilo que te fragiliza e o que te deixa vulnerável às questões da ansiedade, sabe por quê?

Essa é a forma mais efetiva de saber lidar com os problemas trazidos por esse transtorno: cuidando da origem.

 

4. Trabalhe o seu filtro

A gente sabe que muitas vezes é difícil simplesmente ignorar coisas que nos causam tanto caos interno, como o medo de uma prova, o nervosismo para uma entrevista de emprego e semelhantes.

No entanto, a partir do momento em que sabemos de onde surgem os maiores medos e quais são nossos gatilhos mais fortes, conseguimos desviar disso com mais facilidade.

Certamente, não é 100% das vezes que conseguimos escapar disso, mas quando você se perguntar como controlar e vencer a ansiedade pense que seus pensamentos podem, sim, ser treinados.

Por isso, tente aos poucos melhorar seu próprio filtro, evitando espaços ou pessoas que possam estar contribuindo para o seu cenário de ansiedade.

 

5. Pensamentos ruins não são uma boa, fique longe deles!

Calma! Ninguém aqui está te falando para ter pensamentos positivos o dia todo, buscando ver o lado bom de todas as situações, inclusive aquelas que te magoam, não!

Sabemos que isso está longe do alcance, especialmente com a realidade de hoje, além de ser extremamente tóxico para você e sua mente.

O que estamos dizendo é para não focar somente naquilo que é ruim, alimentando inseguranças e dúvidas que podem abalar sua autoestima e autoconfiança, com o tempo.

É preciso saber reconhecer suas vitórias e também aquilo que melhora a sua rotina, viu?

Dicas de como controlar a ansiedade

 

6. Invista em uma boa rotina noturna

Há quem pense que é uma grande bobagem, mas ter uma boa noite de sono faz toda a diferença para os problemas com ansiedade e, também, para a produtividade do seu dia.

Isso porque grande parte das dificuldades de foco, ausência de força de vontade, falta de atenção e essas coisas são geradoras de ansiedade, sabia?

Daí a necessidade de investir em uma rotina saudável de sono, desapegando do uso do celular na cama e de estímulos visuais antes de deitar, por exemplo.

São pequenas atitudes que podem parecer radicais, mas fazem toda a diferença no nosso dia a dia, especialmente quando o assunto é controlar a ansiedade na hora de uma crise, por exemplo.

Criar essa rotina saudável vai te ajudar a evitar problemas de insônia, dores corporais e tensões ao longo do dia.

 

7. Exercite sua autoconfiança

Outro ponto que fica extremamente frágil, quando estamos ansiosos, é a nossa autoconfiança.

Esse é um fato recorrente, afinal estamos falando de um medo constante e uma preocupação de ser insuficiente o tempo todo.

Isso nos deixa muito vulneráveis perante as questões mais simples, inclusive dentro das nossas relações profissionais e amorosas, por exemplo.

Por isso, é muito bom investir em você mesmo, tentando melhorar sua própria confiança (tanto emocional, quanto física) para fortalecer esses pontos.

 

8. Evite estimulantes e alimentos que aumentem a ansiedade

Cafeína, açúcares, amido, farinhas e semelhantes são péssimos para o corpo e para a mente de um ansioso.

Isso porque suas substâncias agem diretamente no sistema nervoso central, gerando hormônios semelhantes ao estresse, algo que gera e potencializa os sintomas da ansiedade.

Nem sempre é fácil tirar esses alimentos da dieta, mas você pode encontrar um equilíbrio mais saudável dentro das condições que você encontra hoje.

Se for necessário, busque o auxílio de um médico que utilizará de exames e receitas para colaborar do jeito mais natural possível para a sua rotina.

 

9. Entenda o significado de “limite”

Existem inúmeras pessoas ansiosas que encontram sérios problemas com o significado da palavra “limite”!

Muitas delas vivem ultrapassando os seus limites emocionais e até físicos, tentando dar conta de várias atividades e problemas que, em incontáveis momentos, nem delas são.

Às vezes, elas buscam se ocupar nesse nível como uma simples tentativa de livrar seus pensamentos dos próprios medos, mas esse é um plano falho e extremamente perigoso.

Sabemos que administrar uma vida corrida é realmente muito difícil, mas calma! Abraçar tudo pode aumentar ainda mais o seu caos interno! Invista em um passo de cada vez!

 

10. Não tenha medo de procurar ajuda profissional!

Lidar todos os dias com a falta de controle da ansiedade, com medos, nervosismo e sintomas físicos não é brincadeira, especialmente para alguém que vive ocupado com obrigações.

Nós, da Psicotér, entendemos o tamanho da gravidade de uma situação como essa e te afirmamos: é de grande necessidade buscar um psicólogo para te ajudar a superar esses obstáculos emocionais o mais cedo possível.

Isso porque acumular esses medos e dificuldades com outros problemas do cotidiano é investir em uma grande bola de neve!

Por isso, o melhor é focar em quem pode te ajudar a desenrolar essas questões de vez, além de te proporcionar um bem-estar muito maior (e distante da ansiedade)

como controlar a ansiedade

 

Como diminuir a ansiedade com a psicologia?

Conseguir aprender a como diminuir a ansiedade é um grande desafio que pode ser facilmente diminuído com a psicologia!

Isso porque o psicólogo especialista em ansiedade é completamente preparado para te auxiliar emocionalmente no período que for, seja na infância, gravidez, adultez ou até adolescência.

É necessário ressaltar isso, afinal muitos de nós acreditam que a ansiedade se dá exclusivamente em um período da vida, sendo que ela não liga muito para isso e costuma aparecer em contextos de maior vulnerabilidade emocional.

Isso significa que ambientes de estresse, como trabalho, faculdade e escola, por exemplo, são grandes facilitadores para desenvolver esses transtornos.

Por esse motivo, contar com um profissional da saúde mental é indispensável.

Dentro das sessões, ele focará na sua rotina e nas suas próprias questões, permitindo que você dite o ritmo certo em cada conversa.

Além disso, exercícios serão propostos para que você passe a se sentir mais confortável dentro da sua própria mente, administrando sentimentos e medos.

Esse é o jeito perfeito para lidar com a ansiedade, especialmente depois de testar as nossas dicas e sentir que ainda há o que ser trabalhado com esse sentimento!

Se você se sente ansioso constantemente ou conhece alguém que enfrenta esse problema, saiba que a Psicotér conta com as profissionais certas para ajudar a resolver isso.

Entre em contato com nossa equipe de atendimento e garanta a sua CONSULTA VIP! Sua saúde mental irá agradecer!

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

Avaliação Psicológica Bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.