Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Medo de ser criticado – como lidar com a fobia social?

Categoria: Autoconhecimento, Comportamento

O modo como às críticas são interpretadas podem ser benéficas ou prejudiciais para algumas pessoas.  Se interpretado negativamente registra a ideia de incapacidade e imperfeição. Podendo gerar incerteza e culpa e podendo criar medo de ser criticado

Medo de ser criticado é um sentimento bastante comum. O transtorno de ansiedade social ou vulgarmente chamado de fobia social é um transtorno que se caracteriza por manifestações de tensão e medo frente a situações de desempenho social; o indivíduo sente-se exposto a julgamentos alheios. Além disso, a pessoa teme agir de modo que demonstre sua dificuldade, nervosismo e angústia. Ocorre sempre em que há interação social, por exemplo:

Escolar:

  • fazer perguntas;
  • apresentar trabalhos;
  • reivindicar nota com professor;
  • relacionamentos com colegas.

Profissional:

  • participar de reuniões;
  • manifestar suas ideias e se impor;
  • participar de processo seletivo;
  • interações com clientes e colegas.

Social:

  • sair com amigos;
  • fazer compras;
  • sair sozinho;
  • namorar e fazer novas amizades;
  • atividades de lazer e esportiva.

Assim, para suportar a ansiedade decorrente da antecipação de situações constrangedoras, muitas pessoas se esquivam; ao serem expostas em determinadas atividades, suas crenças negativas a seu respeito e o que outras pessoas pensarão são ativadas. Como consequência, uma série  série de pensamentos é engatilhada. Portanto, esses pensamentos maximizam mais ainda a ansiedade. O resultado é um ciclo de temor e aversão.

As pessoas tendem a focar seletivamente em sua própria ansiedade; acabam trazendo à tona memórias e traumas do passado que condicionam mais ainda com as crenças negativas a seu respeito, aumentando a insegurança. O indivíduo começa a ter medo de ser criticado. Depois disso, é comum que as lembranças de um evento temido sejam tendenciosamente interpretadas piores do que realmente foram. Certamente isso intensifica a fobia social, levando, portanto, ao agravamento nos relacionamentos.

Os sintomas mais comuns da fobia podem variar entre sofrer por antecipação diante de um evento social, medo de ser julgado, medo de fazer algo errado, excessivo autocrítica de forma negativa a seu respeito, sente que está sempre sendo observado, evitando as interações sociais. Entretanto, há também sintomas físicos como: sudorese, alteração dos batimentos cardíacos, falta de ar, tensão muscular, voz tremula, diarreia e náuseas. Isso tudo, pode acarretar em depressão, uso de álcool e outras drogas para lidar com as dificuldades.

A Fobia Social é um transtorno que inicia na adolescência, incapacitando os jovens e adultos de evoluírem, cristaliza crenças de baixa autoestima e fracasso, além das crises de ansiedades que são intensas, causando sensações de pânico.

É fundamental procurar ajuda Psicológica para que seja feita avaliação diagnóstica e se for necessário integrar a terapia acompanhamento médico e medicamentoso.

É preciso perceber as situações singularmente, observando que às vezes o problema esta no modo como interpretamos, algo que pode ajudar é treinar a capacidade de fazer previsões realistas a seu respeito.

Exemplo: talvez as pessoas não me achem tão ruim assim, rever os motivos que podem colaborar e resignificar potenciais individuais de criatividade e de caráter.

Certamente, uma dica importante é a tentativa de uma exposição gradativa em situações que geram ansiedade, treinando sua mente na mudança do foco da ansiedade, dando mais valor aos aspectos positivos do que negativos de uma situação adversa.

Nesse sentido é possível lembrar que todos nós um dia ficamos mais retraídos e inseguros em algumas situações, entretanto, na fobia social a pessoa se impede de realizar e cumprir metas por uma grande dificuldade em interagir e pensar com racionalidade. Se você sente que sente os mesmos sintomas e não consegue ir adiante com suas expectativas, tem medo de ser criticado; não deixe de procurar ajuda, marque já a sua consulta e melhore seu equilíbrio emocional e sua qualidade de vida.

Nina Guarnieri – CRP 07/18746

Psicóloga Clínica com especialização em Psicologia Transpessoal

 

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Se preferir, preencha os campos abaixo e entre em contato para agendar sua consulta: