Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Ataques de Pânico: saiba mais sobre esse mal

Categoria: Ansiedade, Doenças e Transtornos, Psicoterapia Individual

O que são ataques de pânico ou transtorno de pânico?

Os ataques de pânico são uma reação comportamental do ser humano diante de uma situação que leve ao estresse extremo, medo e insegurança.

Além disso, junto com essa sensação de que vai morrer de um ataque cardíaco, a pessoa também sente alguns sintomas físicos. São exemplos: o coração disparado, dores na nuca, sente falta de ar, mãos frias, pressão ou dor no peito, boca seca, sudorese, inquietação, palidez, insônia, tremores ou dor de barriga.

Como resultado, costuma causar um comprometimento significativo do funcionamento social ou ocupacional da pessoa, podendo gerar um acentuado sofrimento.

Muitas vezes os transtornos ansiosos começam na infância e quando não tratados, podem persistir até a vida adulta.

Ataques de pânico medo ansiedade

Sintomas:

Sensações físicas, pensamentos ansiosos e preocupação obsessiva são fatores que fazem parte do transtorno ou síndrome do pânico. Porém, temos os ataques de pânico, onde estes são mais isolados e de menor duração.

Durante um ataque de pânico, em geral de curta duração, a pessoa experimenta a nítida sensação de que vai morrer, ou de que perdeu controle sobre si mesma e vai enlouquecer.

Uma das questões que leva a um ataque de pânico é o sentimento de que a pessoa não possui controle sobre a sua própria vida. Muitas vezes situações cotidianas, desencadeiam uma crise.

A ansiedade, depois de chegar a um nível constante e elevado, se torna um transtorno. Esses transtornos são divididos em alguns subtipos, de acordo com as situações que são gatilhos para os sentimentos de medo e preocupação.

Ao afetar humor de uma pessoa, os seus pensamentos e comportamento, como resultado um transtorno de ansiedade pode tornar difícil a vida cotidiana seja em casa, no trabalho, na escola ou mesmo em momentos de socialização.

Quando a pessoa percebe que os sintomas não são reais, certamente o medo diminui e a possibilidade das crises também.

Se você sofre com a síndrome do pânico, saiba que não está sozinho.

A rainha do pop Madonna informou em uma entrevista que sofre de ataques de pânico antes dos shows. Isso ocorre mesmo após 25 anos de carreira. Tudo porque ela acredita que vai decepcionar público.

O tratamento:

O tratamento da Síndrome do Pânico sempre é realizado pelo Psicólogo e pelo psiquiatra, pois o tratamento envolve medicação. Funcionam bem e isso faz com que as pessoas consigam retomar suas atividades sem medo, sem pânico.

A terapia cognitivo-comportamental ajuda, junto com a medicação, em “zerar” os sintomas de Transtorno do pânico (caso esse seja diagnóstico).

Quanto mais você compreender as etapas de uma crise — que ocorre antes, durante e depois — e sobre as reações e possibilidades, mais você terá um papel construtivo no tratamento do problema.

A psicoterapia ajuda a identificar problemas pessoais e até mesmo a reconhecer os gatilhos das crises. Isto porque facilita o autoconhecimento e, consequentemente, reduzindo os ataques de pânico.

 

Certamente, um psicoterapeuta será capaz de ajudá-lo a superar esse problema com relativa facilidade, é só você procurar ajuda

Agende agora a sua avaliação 👈🏼

Psic. Lisiane Duarte da Silva – CRP 07/12563

Psicóloga Cognitivo Comportamental, Especialista em Gestão de Pessoas


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Comentário Fechado

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

(51) 4100-2513