Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Terapia Familiar: Como Funciona e Quando Procurar um Psicólogo

Publicado em 2 de julho de 2021
Categoria: Família, Psicoterapia, Relacionamentos
Terapia familiar

A terapia familiar é um dos tipos de atendimentos mais comuns dentro da psicologia clínica, apesar de ainda ser menos conhecida do que outras, como a psicoterapia individual e de casal.

Essa é uma forma de terapia que atende as mais diferentes demandas emocionais e de comportamento de um grupo familiar.

Nada mais comum do que as famílias passarem por diversos momentos de conflitos constantes ou mesmo de períodos estressantes, que passam a abalar as relações entre os membros.

Quando esse tipo de situação não pode ser solucionada pela própria família, então entra em ação a importância de contar com o auxílio de um psicólogo que ajude-a a encontrar a harmonia em casa de novo.

As pessoas podem vir a buscar auxílio da psicoterapia familiar por diversos motivos, como é o caso de conflitos constantes entre os pais e os filhos, por exemplo.

Entretanto, engana-se quem acredita que a terapia familiar serve apenas para o núcleo da família, ou seja, os pais e os filhos, podendo também envolver avós, tios e cunhados.

Isso porque há problemas que podem ser muito mais complexos do que apenas os atritos entre o filho adolescente com os pais, como é o caso de brigas familiares que já duram anos ou mesmo brigas por questões de herança.

Todas essas situações abalam as estruturas da família e nada mais importante do que fazer terapia para que cada parte enxergue quais são os seus comportamentos que estão gerando problemas.

Afinal, assumir a própria culpa é algo que costuma ser bastante complicado e que pode dificultar a volta da harmonia dentro da família.

O objetivo desse artigo é mostrar como funciona a terapia de família, analisando o contexto familiar e ainda quando é o momento de procurar por esse tipo de auxílio.

Não deixe de acompanhar esse texto até o final para saber tudo sobre o assunto!

Benefícios da terapia de casal

 

Como funciona a terapia de família?

Agora é o momento no qual você irá entender como se dá o funcionamento da terapia de família, algo que ainda costuma gerar dúvidas na maior parte das pessoas.

A terapia familiar funciona com os pacientes expressando as suas experiências e os seus sentimentos a respeito das questões familiares, bem como com as intervenções feitas pelo psicoterapeuta.

É a própria família que vai definir quais são os membros que irão fazer parte das sessões, mas o psicólogo poderá também dar sugestões, ao ouvir e perceber que há mais pessoas envolvidas e que precisam estar presentes.

O funcionamento desse tipo de terapia, assim como os outros tipos, se dá com sessões semanais, de forma geral, mas com uma duração maior, podendo ir de uma hora e meia até duas horas.

Tudo irá depender de fatores como a disponibilidade dos pacientes, a avaliação feita pelo psicólogo e, claro, o contexto financeiro da família.

Para que a psicologia familiar funcione da forma certa é muito importante que o profissional que irá conduzi-la tenha uma grande sensibilidade.

As intervenções do terapeuta e as técnicas que serão usadas pelo psicólogo deverão ajudar na comunicação entre os membros da família.

Além disso, elas devem auxiliar na mediação dos conflitos, no aumento da empatia entre os membros, na redução da ansiedade, no fortalecimento das relações e ainda no esclarecimento sobre o papel exercido por cada pessoa.

Um ponto que é importante ressaltar é que pode haver momentos em que o psicoterapeuta irá indicar que alguns membros passem por sessões individuais, ou seja, sem a presença do restante da família.

Isso é algo que se torna útil para que o terapeuta possa obter mais informações sobre uma pessoa específica, ou porque percebeu que ela necessita de uma atenção individual maior.

Assim, tudo dependerá de como o profissional irá avaliar o tratamento ao longo do tempo e perceber o que é necessário para obter os melhores resultados.

 

4 Motivos para fazer terapia familiar

Motivos para fazer terapia familiar

Muitas famílias precisam de terapia familiar, mas uma grande parte acaba não buscando o auxílio por conta do medo de ser julgada por outras pessoas.

Além disso, há aquelas que não percebem que necessitam de ajuda ou acham que isso não irá ajudar a família de nenhuma forma.

É por conta disso que se torna tão importante mostrar quais são os motivos pelos quais é essencial fazer psicoterapia familiar. A seguir, você conhecerá os principais!

Ajuda a fortalecer os relacionamentos

O primeiro motivo pelo qual você deve procurar a psicoterapia familiar é porque ela ajuda a fortalecer os relacionamentos.

Isso acontece porque nesse tipo de terapia todas as pessoas têm a oportunidade de falar de forma sincera a respeito daquilo que as incomoda em relação às atitudes do outro.

Além de falar, todos os membros devem aprender a ouvir os outros mantendo a mente e o coração completamente abertos, compreendendo assim as dificuldades dos seus familiares e procurando entendê-los de forma melhor.

O fortalecimento dos laços familiares é alcançado quando as pessoas passam a ser mais transparentes e sinceras, além de desenvolverem bem o seu lado compreensivo.

Ajuda a melhorar o trabalho em equipe

Não há como negar que uma família é uma equipe e quando ela não trabalha conjuntamente isso pode acarretar em muitos problemas.

Os membros dessa equipe devem sempre manter-se unidos, realizar suas tarefas e cumpri-las adequadamente, o que nem sempre acontece e costuma ser motivo de muitos conflitos.

A terapia familiar ajuda justamente as pessoas de uma família a perceberem como o trabalho em equipe é importante, de modo que todos comecem a trabalhar para que possam criar um lar mais harmônico e aconchegante.

Ajuda a libertar das dores do passado

As dores do passado que ficam escondidas nas pessoas de uma família acabam impactando de um modo muito forte no momento presente e nas relações familiares.

Sendo assim, a terapia familiar é essencial porque ajuda as pessoas a libertarem-se dessas dores, seja o remorso dos filhos sobre como os pais o trataram na adolescência ou qualquer outra situação que deixou marcas.

Qualquer tipo de ressentimento ou dor, por menor que seja, é capaz de gerar grandes conflitos e discussões sérias e desnecessárias, e elas costumam escapar, principalmente, no calor do momento de um conflito.

A terapia familiar ajuda a tratar diretamente essas dores e permite que as pessoas possam libertar-se delas para viver um presente mais feliz e menos pesado.

Auxilia em qualquer tipo de situação

A terapia familiar é uma ótima forma de as famílias conseguirem resolver qualquer tipo de situação que esteja gerando conflitos ou dores entre os membros.

É o caso das perdas de um membro querido ou ainda por momentos de maior dificuldade, como conflitos entre pais e filhos, problemas financeiros no casamento, ou até mesmo o vício em drogas ilícitas ou o alcoolismo de algum familiar.

Um dos maiores benefícios da terapia de família é, justamente, o fato de que ela é capaz de auxiliar em praticamente qualquer tipo de situação, através da exposição de sentimentos e emoções e do diálogo, principalmente.

Isso significa que o tratamento realizado pode ser eficiente desde os problemas mais simples que acontecem em uma família até aquelas situações mais sérias, e que exigem uma intervenção bastante específica.

Além disso, esse tipo de terapia ainda ajuda a aumentar o autoconhecimento do indivíduo e auxilia na melhora da sua saúde mental, desenvolvendo ainda a sua inteligência emocional.

 

Quais os tipos de terapia em família?

A psicoterapia familiar possui diferentes abordagens, técnicas ou escolas que vão agir diretamente na forma como o terapeuta vai agir, então é importante entender quais são os tipos existentes.

O tipo de terapia familiar mais comum é aquele que vem da escola sistêmica, no qual as relações familiares são vistas como sendo um sistema de interações, em que a família é mais do que apenas as somas das partes dela.

Além disso, os problemas são vistos, nessa abordagem, como sendo uma consequência das falhas que ocorrem nas internações entre os membros e não sendo culpados dos erros individuais.

Já o tipo de terapia familiar que vem a partir da chamada escola transgeracional é aquele que vai ao passado tentar encontrar padrões repetitivos e que sejam disfuncionais, provocando assim relações conflituosas na atualidade na família.

O maior foco desse tipo de terapia é na estrutura da família como um todo, bem como na compreensão de como cada uma das relações entre os familiares ocorrem sob esse contexto.

Além disso, temos a psicologia da família que vem da escola estrutural, que tem como objetivo trabalhar para que as posições de cada membro da família sejam alteradas.

O objetivo é conseguir promover mais reflexões entre os elementos da família e ainda gerar mudanças dentro da experiência diária familiar.

Por outro lado, a escola conhecida como estratégica possui uma abordagem que é bem mais prática e que fica limitada a um determinado problema que ocorre dentro da dinâmica da família.

Ela ainda busca identificar quais são os padrões da interação que podem estar provocando esses conflitos dentro da dinâmica familiar.

 

Quando procurar terapia familiar?

Uma dúvida comum que costuma surgir é sobre quando é o momento de procurar terapia familiar.

Esse questionamento acaba fazendo com que muitas pessoas não encontrem o auxílio que necessitam na hora certa, pois não sabem quando pedir por ajuda.

Os atendimentos para as famílias sempre são indicados quando um membro ou mais da família percebe que as relações dentro do ambiente familiar estão apresentando dificuldades profundas.

O que todo mundo precisa compreender é que as dinâmicas entre as famílias irão apresentar conflitos, o que é algo bastante comum e até mesmo natural.

Entretanto, quando questões de comportamento e emocionais passam a trazer problemas impossíveis de serem solucionados pelos membros da família, há a necessidade de ter ajuda de um terapeuta.

Famílias que possuem filhos adolescentes, em geral, costumam enfrentar certos problemas de relacionamentos, que são impossíveis de serem solucionados entre os próprios membros, para isso existe também a psicoterapia com adolescentes.

A terapia familiar é muito importante para que se possa compreender o que tem causado esses conflitos e dificuldades entre pais e filhos, pois nem sempre a causa é apenas a diferença entre as gerações.

Podem fazer parte da terapia familiar diversos membros de uma família, mas é importante que participem aqueles que possuem uma relação diária mais próxima e que estão integrados diretamente com o que vai ser tratado nas sessões.

Sempre que a família perceber que a situação está fugindo do seu controle, ter o auxílio de um psicoterapeuta familiar é essencial para trazer de novo a harmonia e o bem-estar doméstico.

O entendimento de quando requisitar auxílio de um terapeuta para fazer com que a família volte a ter boas relações familiares é muito importante, garantindo assim que a harmonia possa voltar ao lar e os membros possam viver bem.

psicólogo familiar

 

Qual o papel do psicólogo familiar?

O psicólogo familiar tem um papel extremamente importante dentro desse tipo de terapia, ajudando a melhorar a comunicação entre os membros da família e a solucionar os problemas familiares que existem.

É preciso também que ele saiba compreender e encontrar formas de lidar com determinadas situações específicas na família, conseguindo assim criar um ambiente que seja mais harmonioso e funcional dentro de casa.

O terapeuta é aquele que terá como responsabilidade direcionar e apresentar soluções para que as situações que são complexas sejam resolvidas pelos membros da família, alcançando a harmonia geral desejada.

Ele precisará, entretanto, saber identificar todos os elementos relacionados com cada membro e ainda as relações, os espaços e os limites dentro da família, assim como o papel que cada pessoa desempenha.

Se você deseja marcar uma terapia de família, então o melhor é procurar um local onde haja profissionais especializados no tratamento familiar, pois ele saberá exatamente o que fazer em cada situação.

Fale com a equipe da Psicotér hoje mesmo e saiba mais sobre como agendar uma sessão, seja ela presencial ou psicoterapia online, o que ajuda você a encontrar a opção mais adequada para a realidade da sua família.

Com a Piscotér, você terá uma avaliação bônus, para que o terapeuta possa fazer uma anamnese e tenha uma compreensão melhor a respeito da família, dos membros que a compõem e das relações entre eles.

Agende hoje mesmo a sua consulta NESTE LINK

Lisiane Duarte – CRP 07/12563

Psicóloga e Diretora Técnica da Psicotér

Clique para solicitar avaliação bônus

Veja Mais


    Se identificou com o assunto deste post?
    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Gostou? Compartilhe:

    Leia Também

    Deixe seu comentário

    Terapia Familiar: Como Funciona e Quando Procurar Psicólógo - Psicoter