Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Força de Vontade: 5 Exercícios para se Desenvolver Rápido

Força de Vontade

Força de vontade é aquilo que nos guia ao longo dos dias na rotina pesada e em todas as ambições que construímos ao longo da nossa vida.

Ela é a responsável por produzir nossa determinação de tentar e conseguir trilhar os caminhos que escolhemos, sejam eles fáceis ou difíceis. Certamente, dependendo de cada um, a força de vontade é mais ou menos exigida.

Além disso, é ela, também, que dita a qualidade e otimização das nossas próprias atitudes, ou seja, quanto mais tivermos, melhor será feito determinada atividade.

É interessante analisar esse tipo de sentimento, afinal ele tem capacidade de aumentar muito nossa autoconfiança ou, eventualmente, abalar nossas estruturas com sua ausência.

Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre o funcionamento da força de vontade e por quais motivos ela parece simplesmente sumir dos nossos dias, de vez em quando.

Essas são questões que muita gente se pergunta e nem sempre encontra as respostas.

Por isso, acompanhe até o final para compreender um pouco mais das limitações dessa força de vontade!

O que é força de vontade?

Todo mundo precisa de um motivo para sair da cama de manhã, para estabelecer metas e ir atrás de cada uma delas, certo?

É aí que entra a força de vontade! Ela é esse sentimento que nos move em direção às coisas, dando sentido e motivação para realizarmos cada passo.

Falando dessa forma, pode parecer difícil de compreender, mas se torna muito mais fácil se projetarmos em momentos em que não temos força de vontade, por exemplo.

Isso é algo que acontece sem avisar, geralmente, nos deixando desanimados e sem forças para nada. É o comportamento que adotamos em dias mais parados, quando nos sentimos mais abatidos e sem tanta motivação.

É comum pessoas que trabalham demais sentirem essa ausência da força de vontade também, afinal esgotam suas energias física e mental em rotinas cansativas e extremamente pesadas.

Isso faz com que a força de vontade também se torne um ótimo termômetro para marcar os limites de alguém, porque essa pessoa passa a exercitar mais e mais seu próprio conhecimento através da observação.

Certamente, não é algo que elas nascem compreendendo. A força de vontade precisa de tempo e disciplina para se desenvolver da forma correta, especialmente quando se tem tantas obrigações do dia a dia.

De qualquer forma, isso não significa que seja algo difícil de moldar e adequar a nossa rotina! É possível treinar nossa própria mente para exercer mais força de vontade ao longo do tempo.

Isso exige certo treinamento mental, além de boas práticas de autoconhecimento, mas é algo que acaba otimizando seus dias e, inclusive, a sua produtividade.

 Psicoterapia

 

Qual é a importância de desenvolver a força de vontade?

Desenvolver a força de vontade é compreender que na vida precisamos de certos impulsos para que as coisas funcionem, fazendo com que nós mesmos consigamos nos impulsionar.

Às vezes, pode parecer impossível, pois gostamos de sentir segurança em nossos atos, o que nem sempre é garantido.

No entanto, a força de vontade serve para barrar os medos ou, então, superá-los de forma que você possa seguir a vida, ou seja, ela é crucial para nos manter em uma constante.

Quando falamos sobre o significado dessa força, muitas pessoas podem achar que se trata de coisas grandes e que ela só é necessária para grandes feitos e conquistas.

Porém, é justamente ao contrário!

A força de vontade está em todos os cantos, desde as coisas mais simples até aquilo que realmente exige nosso esforço.

Nós precisamos dela para nos mover tanto quanto precisamos para, simplesmente, querer alcançar nossos objetivos.

Daí a importância de mantê-la ativa, mesmo quando muitas pessoas dizem que força de vontade não funciona.

Essa descrença faz, inclusive, com que sua vontade diminua, pois desmotiva toda e qualquer coisa que possa te impulsionar em direção daquilo que você precisa.

Sendo assim, a importância dessa força está justamente no nosso dia a dia.

Ela é uma espécie de guia que nos traz determinação, ultrapassando dificuldades e desviando da possibilidade de desistir.

Por isso, nossos pensamentos e emoções também são instrumentos cruciais para a força de vontade, porque eles que irão determinar seu tamanho e, dependendo, até sua intensidade.

Algo que nos obriga a manter nossa manutenção emocional sempre em dia, certo?

O que é preciso para ter força de vontade e determinação?

Que ter força de vontade e determinação é algo indispensável para nos mantermos ativos nós já compreendemos, mas como fazer para desenvolver tais coisas? O que precisamos desenvolver para alcançar esses dois aspectos?

Todo mundo já deve ter passado por um dia em que a vontade de existir sumiu e deixou nada além de muita preguiça e dificuldade de resistir a tentação que é ficar na cama o dia todo.

Nesses episódios, nossa força de vontade certamente está longe de ser algo real, afinal o sentimento de cansaço fala mais alto e a gente perde até a habilidade de ser ágil e pró ativo.

Esse é o motivo que faz várias pessoas considerarem a força de vontade como uma grande fraqueza, o que é um grande equívoco, afinal é a ausência dela que causa certo estrago nos nossos dias.

Por isso, quando o assunto é estabelecer essa força de vontade, precisamos entender que se trata de um processo e que existem algumas coisas que pré determinam a existência dessa força.

Nosso desânimo e as coisas que nos fazem pensar em desistir geralmente vem de um ambiente de muito estresse ou quando somos levados ao limite da nossa sanidade mental.

Isso pode acontecer por conta da rotina pesada, do trabalho, problemas familiares e até de relacionamento.

Esses são pontos que enfraquecem a nossa força de vontade, ou seja, para mantê-la viva e bem estruturada se faz necessário tentar manter um equilíbrio.

Ninguém que enfrenta sintomas depressivos ou ansiosos, por exemplo, consegue manter um bom fluxo de força de vontade, pois já tem suas energias muito tomadas pelos seus transtornos.

Daí a necessidade de tentar manter a saúde mental em dia, trabalhando sua própria autoestima e buscando sempre se conhecer ao máximo para combater as causas desses problemas.

Assim, o desenvolvimento da força de vontade se tornará muito mais acessível e prático, pois a pessoa conseguirá manter seus pensamentos saudáveis e, consequentemente, suas emoções também.

Há formas de exercitar isso, ainda que possa ser difícil manter uma certa persistência. Mas é importante lembrar que o caminho mais fácil sempre é o da terapia.

Isso porque um profissional consegue elencar os melhores exercícios, além de encorajar a fala e a troca com a pessoa que necessita ir em busca da própria força de vontade.

Força de Vontade

 

5 exercícios para desenvolver a força de vontade:

Como já citamos, é possível desenvolver a força de vontade ao longo do tempo, seja com exercícios ou pequenas atitudes aprimoradas no dia a dia.

O importante é não desistir de tentar, afinal essa força depende de comportamento, disciplina e motivações diversas, pontos que precisamos sempre lembrar quando queremos alcançar nossos sonhos e/ou objetivos.

Começar esse processo pode ser um tanto quanto custoso, mas é algo necessário para te levar mais longe e de uma forma mais leve, com menos sofrimento. Você vai se sentir muito mais forte e determinado a viver.

Pensando nisso, separamos alguns exercícios que podem te ajudar a chegar nesse espaço de forma mais rápida, especialmente se forem realizados junto de um acompanhamento psicoterapêutico.

Confira:

1. Exercite essa memória

Motivações não podem surgir do nada, certo? Nós precisamos saber de onde elas vem e buscar por elas todas as vezes que sentirmos que nos falta algo.

Por isso, quando você se sentir desmotivado ou sem perspectivas, ideias e vontades de seguir em frente, procure olhar para si mesmo e para todas as coisas que um dia te impulsionaram.

Pode ser a sua família, uma pessoa importante, um objetivo grande, um sonho ou o que quer que seja.

O importante é você lembrar dos motivos que te fizeram chegar aonde você está, primeiramente, para então poder chegar aonde você tanto quer.

Certamente, querer, simplesmente, não é poder, mas isso irá estimular aquelas partes que andam adormecidas dentro de você, fazendo com que se lembre que tudo que te levou até ali carrega um motivo por trás.

2. Planeje-se com cuidado

Todo mundo que busca por objetivos acaba sonhando alto demais, em alguns momentos, o que só diminui a força de vontade.

Por isso, é essencial começar com metas acessíveis, que irão causar realizações, mas também que possam ser cumpridas mais facilmente.

Não há nada mais decepcionante do que sonhar alto e se distanciar cada vez mais do próprio objetivo por falta de organização ou porque as coisas não saem como planejado.

Imaginar é sim importante, mas manter os pés no chão também é, então comece com passos pequenos até sentir que pode ousar mais.

As pequenas realizações irão aumentar o seu autocontrole e sua própria confiança, o que te tornará mais forte e destemido para alcançar metas mais difíceis ao longo do tempo.

3. Esteja preparado para decepções

Não é porque algumas metas são pequenas que elas não podem dar errado!

A força de vontade exige lidar com os altos e baixos da vida, e se queremos mantê-la constante precisamos focar ainda mais nos baixos.

Quando nos planejamos, tentamos e falhamos podemos ficar completamente abalados com a situação, perdendo o brilho e a real vontade de fazer acontecer.

No entanto, é justamente o contrário que precisa acontecer!

Ao perceber que algo tem falhado ou que simplesmente não saiu como esperado, você precisa ter coragem e tranquilidade para saber que será possível tentar novamente.

Com certeza, se trata de algo difícil de concretizar, porque você cria expectativas, coloca tempo e concentração nas próprias escolhas, mas tenha em mente que tudo faz parte do processo.

Errar vai te fazer perceber coisas antes ignoradas, o que te permitirá tentar com muito mais cautela e atenção na próxima vez.

4. Pare de adiar

Esse talvez seja o exercício mais importante e mais difícil de cumprir quando o assunto é força de vontade.

Isso porque nem sempre estamos confortáveis e dispostos a tentar todos os dias, mas ninguém falou que você precisa conseguir de primeira, certo?

Tentar um pouquinho a cada dia vai te gerar confiança e até o costume de construir aquilo que você tanto procura.

Pode soar repetitivo, mas a verdade é que isso vai te impedir de desistir, além de te aproximar cada vez mais dos seus objetivos.

Algumas pessoas acham que as conquistas precisam vir da noite para o dia, mas no mundo real isso é praticamente impossível.

Dar um passinho para frente todos os dias vai te levar longe, acredite!

Então, ao invés de adiar os planos ou tentar fazer tudo de uma vez, respeite o processo e comece hoje mesmo.

Nós temos a mania de esperar as condições ideais para fazer as coisas, mas isso é puro autoengano.

É necessário fazer o que se pode dentro das condições que se tem, até se ter condições melhores, porque isso alimenta sua força de vontade, além de te abrir mais caminhos todos os dias.

5. Busque a ajuda certa

Ter força de vontade é saber superar as suas próprias barreiras, sendo elas grandes ou pequenas e fazer isso sozinho é não só exaustivo, como muito delicado.

Sendo assim, não tenha medo de pedir ajuda a alguém, afinal ter essa confiança e um apoio que possa ser transformado em motivação é muito importante, seja qual for o seu objetivo.

Só tenha em mente que essa ajuda pode ser muito mais otimizada quando vier de um profissional da saúde mental, porque ele vai entender as suas limitações, além de respeitar totalmente os seu tempo.

Um terapeuta conseguirá te dar assistência em todo o seu processo, além de te encorajar a superar os obstáculos mantendo sua força de vontade intacta.

Força de Vontade

 

Como a psicologia pode ajudar a ter mais força de vontade?

Quando nos sentimos mal ou doentes fisicamente, geralmente, procuramos um médico para lidar com esses problemas.

O mesmo acontece se sentimos que algo não vai bem internamente.

Buscar a ajuda de um profissional da saúde mental pode fazer toda a diferença durante o processo de reconstrução da sua força de vontade.

Você pode estar precisando de ajuda para focar mais no trabalho, ou precisando de motivação para manter a casa em ordem ou ainda buscando força de vontade para emagrecer e assim por diante…

Seja qual for a necessidade, a psicoterapia pode dar um jeito de transformar essa jornada em algo mais acessível, porque o profissional irá estabelecer metas e, dentro do possível, criará um plano de ação com você.

Isso é importante porque será feito com alguém que se preocupará com o seu contexto de vida, além das suas limitações emocionais.

As sessões contarão com exercícios e muitos diálogos construídos especialmente para você, algo que te dará mais segurança na hora de agir e manterá os seus pés no chão.

Além de tudo, muitas outras coisas podem ser evitadas com a ajuda do psicólogo, desde possíveis transtornos até maiores dificuldades de relação ou problemas do dia a dia.

Algumas pessoas precisam poder contar com esse apoio para se sentirem mais estáveis e equilibradas emocionalmente.

Você se sente motivado a todo o momento? Consegue manter uma boa rotina e procura tentar um pouco todos os dias?

A Psicotér conta com uma equipe de psicólogas especializadas que estão a postos para te ajudar a refazer a sua força de vontade! Nem sempre é fácil, mas com o empurrãozinho certo você pode atingir novas expectativas, viu?

Entre em contato conosco e agende já uma avaliação BÔNUS! Saúde mental é coisa séria e não merece ficar esperando.

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Veja também

Avaliação Psicológica Bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Leia também

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    RECEBA NOVIDADES

    Receba novidades, notícias e tudo sobre nossa empresa diretamente no seu email :

      Um centro de atendimento psicológico que desde 2010 tem seu foco em você, no seu desenvolvimento pessoal, seu bem-estar e também em sua qualidade de vida.
      SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

      © 2022- Todos os direitos reservados - Clínica de Psicologia Psicotér