Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Complexo de Inferioridade – Saiba como Enfrentá-lo!

Publicado em 16 de março de 2021
Categoria: Autoconhecimento, autossabotagem, Psicoterapia Individual
complexo de inferioridade

O que é o complexo de inferioridade?

O complexo de inferioridade está ligado à baixa autoestima. Ele traz pensamentos negativos sobre si mesmo, nos fazendo acreditar que não somos tão bons quanto os outros e que não merecemos nossas conquistas. Superar o complexo de inferioridade não é fácil, mas a mudança gradual de hábitos pode te ajudar a sair dessa.

O complexo de inferioridade, como dito anteriormente, aparece em pessoas com baixa autoestima. Ele traz pensamentos negativos sobre si mesmo; a pessoa passa a acreditar que não é boa o suficiente, que nunca vai alcançar seus objetivos e que não merece o que possui.

Essa reação pode ser originada na infância, ao sentir abandono e rejeição ou sofrer bullying. Ainda, pode ser causada por um transtorno de personalidade, trauma, momento difícil ou desequilíbrio emocional.

Saiba tudo sobre complexo de inferioridade nesse vídeo que a nossa Psicóloga Especialista Nina Guarnieri preparou para vocês

 

Confira os sinais e sintomas do complexo de inferioridade:

  1. Se comparar com os outros o tempo todo;
  2. Acreditar que as outras pessoas têm mais sucesso e são mais felizes;
  3. Duvidar da própria capacidade;
  4. Diminuir as próprias conquistas e resultados;
  5. Ser muito sensível a críticas;
  6. Levar tudo para o lado pessoal;
  7. Não acreditar em elogios;
  8. Pensar que não tem nada de positivo para oferecer;
  9. Não conseguir se contentar com sua aparência, personalidade ou desempenho;
  10. Fazer de tudo para ser reconhecido, deixando suas próprias vontades de lado;
  11. Se isolar socialmente por não se sentir “à altura” dos outros;
  12. Falar mal dos outros para se sentir melhor consigo mesmo.

Alguns desses comportamentos são contraditórios, e isso é comum no complexo de inferioridade. Ao mesmo tempo que quer agradar a todos, a pessoa pode tentar elevar a autoestima diminuindo as qualidades alheias. Isso porque sua relação consigo mesma é complicada, podendo desenvolver habilidades de enfrentamento inadequadas.

complexo de inferioridade: sinais

Como superar o complexo de inferioridade?

Como envolve questões profundas de autoestima, lidar com o complexo de inferioridade é uma tarefa difícil. Afinal, ninguém consegue mudar a visão que tem de si mesmo de um dia para o outro!

complexo de inferioridade - frase

Porém, assim como qualquer pensamento negativo, o complexo de inferioridade é mudado através de esforços diários. Ou seja, você precisa mudar o hábito de pensar em si mesmo de forma negativa. A princípio isso é feito de forma consciente, até que você se acostume e comece a praticar o autocuidado de forma automática.

Uma boa ideia é seguir alguns exercícios de autoconhecimento, que podem te ajudar a entender a fonte do pensamento negativo. Assim, você consegue separar os pensamentos que fazem sentido e aqueles que são causados pelo complexo de inferioridade.

Por exemplo, ao comparar seus resultados com os dos seus colegas, tente pensar se isso realmente faz sentido. Vocês podem ter resultados diferentes, e, apesar disso, ambos podem ser incríveis – cada um à sua maneira! Em outras palavras: você não precisa ter o que o outro tem, precisa ter o que te faz feliz.

Além disso, tente pensar no caminho que as outras pessoas percorreram. Nesse sentido, reflita: todos nós falhamos, pensamos em desistir, temos dificuldade para superar desafios e passamos por momentos difíceis. Você pode até pensar que as outras pessoas são superiores a você, mas a verdade é que elas também estão enfrentando obstáculos constantemente.

agendar avaliação psicóloga online

 

Mudança de hábitos: a psicoterapia é a sua melhor amiga!

Mudar a forma como você pensa sozinho é um exercício muito complexo. Afinal, muitas vezes trocamos um pensamento negativo pelo outro, e seguimos com o mesmo problema.

Por isso, o mais indicado é procurar a ajuda de um psicoterapeuta. Ele vai te ajudar não só a reconhecer seus pensamentos nocivos, mas também a lidar com eles e substituí-los por ideias mais saudáveis.

O psicoterapeuta também irá analisar, junto com você, a origem do seu complexo de inferioridade. Nem sempre percebemos que eventos mal resolvidos durante a infância e adolescência podem causar prejuízos no presente e no futuro. Dessa forma, precisamos revisitar o passado e trabalhar essas questões para garantir o nosso bem estar.

Fazendo exercícios diários, contando com a ajuda da psicoterapia e tentando se ver com mais amor, é possível superar o complexo de inferioridade!

Lembre-se: suas falhas não te definem! Toda jornada de sucesso passa por obstáculos, tentativas, frustrações, falhas, e, por fim, alegrias. O que importa, antes de tudo, é manter a força de vontade, acreditar no seu potencial e enxergar a possibilidade de um futuro mais feliz!

Depressão tem cura - vem pra Psicotér!

Na Psicotér, contamos com uma grande equipe de psicólogas em Porto Alegre, que realizam atendimento presencial e online. Além disso, nossos horários são flexíveis e nossas psicólogas são altamente especializadas!

atendimento psicológico online

Gostou desse texto? Então acompanhe nossos posts no Instagram, no Facebook e no Pinterest!

 

 

Lisiane Duarte – CRP 07/12563

Psicóloga e Diretora Técnica da Psicotér

Texto por: Netuno – redatora da Equipe Psicotér

Clique para solicitar avaliação bônus

Veja Mais


    Se identificou com o assunto deste post?
    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Gostou? Compartilhe:

    Leia Também

    Deixe seu comentário