Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Tenho Vontade de Fazer as Coisas Mas Não Consigo, o que Fazer?

Tenho Vontade de Fazer as Coisas Mas Não Consigo

Como superar a inércia quando tenho vontade de fazer as coisas, mas não consigo?

Se sente desmotivada, com aquela vontade de fazer as coisas, mas sem energia pra levantar do sofá?

Bem, essa não é só a sua história! Uma pesquisa recente do IBOPE mostrou que 72% dos brasileiros se sentem desanimados com frequência, e olha que essa é só a pontinha do iceberg.

No mundo todo, milhões de pessoas sofrem com a falta de vontade, que pode ter diversas causas e, se não cuidada, pode atrapalhar muito a vida.

Mas calma que nem tudo tá perdido! Neste artigo, vamos desvendar esse mistério: o que é, o que fazer e como resolver essa questão de uma vez por todas. Bora lá?

 

O que fazer quando se perde a vontade de fazer as coisas?

“Tenho vontade de fazer as coisas mas não consigo”… Pois é, já percebeu como até as coisinhas mais simples parecem enormes? Se você se identificou com isso, não se preocupe, você não está sozinha!

Essa falta de ânimo pode ter diversas causas, desde o estresse do dia a dia até problemas mais sérios. Mas a boa notícia é que existem algumas coisas que você pode fazer para se reanimar e voltar a ter energia no dia a dia.

E isso pode variar desde fazer um detox nas redes sociais, por exemplo, que tal experimentar passar um tempo longe delas para ver como se sente?

Até dar uma revisada nos seus hábitos… Afinal, está dormindo o suficiente? Se alimentando direitinho? Se exercitando regularmente? Cuidar do corpo e da mente é super importante para ter mais disposição.

E que tal investir em técnicas de relaxamento, como meditação, yoga, ou respiração profunda? Existem várias opções que podem te ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade.

Algumas funcionam melhor para uns do que para outros, vai depender do que se encaixa melhor com o seu caso.

Abaixo, vamos continuar a conversa e falar sobre os fatores que podem afetar a força de vontade.

Veja também:

 

Quais fatores podem afetar a força de vontade?

Já tentou fazer aquela dieta, mas na hora do lanche, se entregou pro chocolate? Ou então, prometeu estudar para aquela prova importante, mas acabou rolando Netflix até tarde?

Pois é, a falta de força de vontade às vezes parece um bicho de sete cabeças, deixando você sem vontade de fazer as coisas. Ainda assim, nem tudo está sob o seu controle.

Muitos fatores podem te deixar com vontade de jogar tudo pro alto, desde o cansaço físico e mental até a influência do ambiente em volta de você. Mas relaxa, vamos desvendar alguns desses vilões pra você ter mais chances de vencer a batalha!

 

1. Cérebro cansado, fraqueza garantida

Imagine seu cérebro como um músculo. Se você malhar muito sem dar descanso, ele fica fraquinho, concorda? Pois é, a fadiga mental funciona da mesma forma.

Se você está sempre estressada, sem dormir direito ou com a cabeça cheia de preocupações, seu cérebro fica esgotado, dificultando o controle dos impulsos e a persistência.

 

2. Emoções em alta? Força de vontade em baixa

Raiva, tristeza, ansiedade… Essas emoções podem ser como um furacão dentro de você, te arrastando para longe dos seus objetivos.

Quando seu emocional está abalado, fica bem mais difícil resistir às tentações e focar nas tarefas importantes.

 

3. Sono bom?

Dormir bem é como recarregar as baterias do seu corpo e da sua mente. Quando você não descansa o suficiente, fica irritado, com a concentração fraca e sem energia pra nada. E adivinha só?

A falta de sono também te deixa com a força de vontade mais fraquinha.

Veja também sobre a Clinomania, vontade de ficar deitado o tempo todo.

 

5. Saúde em dia, mente forte

Cuidar da saúde física e mental é fundamental para ter mais disposição e força de vontade. Uma alimentação balanceada, exercícios físicos regulares e práticas de relaxamento como meditação e yoga podem te dar aquele gás extra para enfrentar os desafios e chegar aos seus objetivos.

 

Tenho Vontade de Fazer as Coisas Mas Não Consigo, o que Fazer

 

Não sentir vontade de fazer nada é sinal de depressão?

“Eu até tenho vontade de fazer as coisas mas não consigo. Tem hora que parece que tudo pesa, daí eu largo tudo e deixo pra lá”. É, nosso cérebro funciona como um computador, liberando neurotransmissores que nos motivam a agir, como a dopamina.

Quando a gente faz algo legal, como comer um chocolate ou curtir um rolê com os amigos, o cérebro libera essa dopamina, criando uma sensação boa e nos incentivando a repetir a experiência.

Quando estamos deprimidos, a produção de dopamina diminui, o que nos deixa sem energia para fazer qualquer coisa. É como se o cérebro estivesse em modo “economia de energia”, te deixando desanimada e sem vontade de fazer nada.

Mas nem toda falta de disposição é depressão! Às vezes, o cansaço físico, o estresse do trabalho, a falta de sono ou até mesmo a monotonia do dia a dia podem te deixar desanimada.

Nesses casos, meditar, fazer exercícios físicos e buscar ajuda psicológica podem ser ótimas soluções para recuperar a energia e a motivação.

Quando se preocupar? Aí vem a pergunta de um milhão de dólares: quando a falta de vontade de fazer nada é sinal de depressão e precisa de orientação profissional?

Ligue o alerta vermelho se você notar esses sintomas por pelo menos duas semanas:

 

 

Qual a diferença entre depressão e desânimo normal?

A principal diferença entre depressão e desânimo normal está na intensidade e na duração dos sintomas.

Na depressão, os sintomas são mais graves e persistentes, interferindo significativamente na vida da pessoa.

Já quando é só um desânimo comum, os sintomas são mais leves e passageiros, não bagunçando tanto o dia a dia.

reabilitação cognitiva

 

5 sinais para ter atenção quando existe falta de vontade

A gente sabe que a vida não é um mar de rosas, e às vezes bate aquela preguiça, desânimo, falta de vontade de fazer qualquer coisa.

Mas quando essa sensação se instala por muito tempo, aí a coisa fica séria. A falta de vontade prolongada pode virar um problema sério, afetando seu trabalho, sua vida a dois, seus estudos, sua saúde e até sua vida social.

Então, como saber se a sua falta de vontade é normal ou se precisa de atenção? Fique de olho em 5 sinais que podem indicar que algo está errado:

 

1. Apatia crônica

A apatia é a falta de interesse ou entusiasmo por qualquer coisa. Você não tem vontade de fazer nada, nem mesmo as coisas que você costumava gostar. É como se a vida tivesse perdido a cor.

Exemplos:

  • Você não tem vontade de sair de casa, nem mesmo para encontrar os amigos.
  • Você deixa de fazer suas tarefas no trabalho, mesmo sabendo que o prazo está apertado.
  • Você perde o interesse em seus hobbies e atividades favoritas.

 

2. Cansaço exagerado

Se você está sempre cansado, mesmo depois de dormir bastante, algo pode estar errado. O cansaço constante pode ser um sintoma de diversos problemas, como depressão, ansiedade, anemia ou problemas de tireoide.

Exemplos:

 

3. Mudanças de humor

Tristeza, irritabilidade, falta de motivação, incapacidade de sentir prazer… Se você está com esses transtornos de humor frequentes, pode ser um sinal de que algo não está bem. A falta de vontade pode estar relacionada a problemas psicológicos, como depressão ou ansiedade.

Exemplos:

 

4. Isolamento social

Você costumava ter uma vida social ativa, mas agora prefere ficar em casa sozinho? O isolamento social pode ser um sintoma de depressão ou outras doenças mentais. É importante manter contato com amigos e familiares, mesmo que você não esteja se sentindo bem.

Exemplos:

  • Você recusa convites para sair e prefere ficar em casa.
  • Você evita contato com amigos e familiares.
  • Você se sente sozinho e isolado.

Saiba mais sobre ansiedade social e seus sintomas.

 

5. Perda de prazer

As coisas que você costumava gostar agora não te trazem mais prazer? A anedonia, ou perda de prazer, é um sintoma comum de depressão. Se você está sentindo que nada te diverte mais, é importante procurar ajuda profissional.

Exemplos:

Veja também mais informações sobre a procrastinação.

 

5 dicas para superar a falta de vontade de fazer as coisas

Essa falta de ânimo é mais comum do que se imagina e, felizmente, dá para superar.

Nesse texto, te darei 5 dicas para você dar um gás na vida e se sentir mais disposta a agarrar seus objetivos. Vamos lá?

 

1. Xô sedentarismo

Sentadinha no sofá não rola! Mexer o corpo libera endorfina, o hormônio da felicidade, te deixando mais disposta e com a mente mais leve.

Comece com caminhadas leves, alongamentos ou dance na sala de estar. Depois, que tal se aventurar em um novo esporte? As opções são infinitas!

 

2. Durma como um anjo

Noite mal dormida? Cansaço e falta de ânimo na certa! O sono é essencial para recarregar as energias e deixar o cérebro funcionando a mil.

Tente dormir de 7 a 8 horas por noite, em um ambiente tranquilo e escuro. Evite eletrônicos antes de dormir e crie rotinas relaxantes para te ajudar a pegar no sono.

 

3. Alimente-se com inteligência

O que você coloca no prato interfere diretamente no seu humor e disposição. Nada de fast-food e industrializados! Abasteça o corpo com frutas, verduras, legumes, grãos integrais e proteínas magras.

Beba bastante água também, para se manter hidratada.

 

4. Tenho vontade de fazer as coisas mas não consigo: conecte-se com você mesmo

Meditação, yoga, mindfulness… Experimente técnicas de relaxamento para acalmar a mente e lidar com o estresse, melhorando assim sua qualidade de vida.

Reserve um tempo para si mesma, faça algo que te traga paz e te ajude a se conectar com seus pensamentos e sentimentos.

 

5. Psicoterapia

Se a falta de vontade persistir, busque ajuda profissional através da psicoterapia. Um psicólogo online te ajudará a entender as causas do desânimo e te dará ferramentas para lidar com as suas emoções e pensamentos de forma mais assertiva.

Não esqueça: você não precisa enfrentar isso sozinha! Com essas dicas e, se precisar, o apoio de um profissional, você vai superar a falta de vontade e dar um gás na sua vida.

 

Falta de vontade de fazer atividades

 

O que fazer quando não se tem ânimo pra nada?

Quando você não tem ânimo, comece pequeno: tome um banho, dê um passeio curto ou faça algo que normalmente lhe traga um pouco de prazer. Às vezes, o movimento ajuda a mudar o estado de espírito.

Se persistir, considere falar com alguém de confiança ou buscar ajuda profissional.

 

O que leva a pessoa ao desânimo?

Biologicamente falando, o desânimo pode estar relacionado a desequilíbrios químicos no cérebro, como baixos níveis de neurotransmissores como a serotonina, que estão associados ao humor e à motivação.

Além disso, o estresse crônico pode levar à disfunção do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, resultando em fadiga e falta de energia, contribuindo para o desânimo.

Do ponto de vista psicológico, o desânimo pode ser desencadeado por eventos estressantes, traumáticos ou mesmo pela falta de sentido ou propósito na vida.

Se a autoestima e confiança em si mesmo não estiverem lá essas coisas, pode acabar fazendo a pessoa se sentir incapaz de lidar com os problemas ou alcançar objetivos, o que só aumenta o desânimo.

Aspectos sociais também podem influenciar o sintoma. Pressões externas, como problemas financeiros, conflitos familiares ou dificuldades no trabalho, podem sobrecarregar uma pessoa, levando-a a se sentir desanimada e desmotivada.

E se a pessoa estiver se sentindo isolada e sem apoio dos amigos e família, isso só piora a situação.

Outro aspecto importante a considerar é a maneira como uma pessoa lida com suas emoções e pensamentos.

Padrões de pensamento negativos, como catastrofização (interpretar situações de forma exageradamente negativa) e ruminação (ficar preso a pensamentos negativos), só alimenta o desânimo, criando um ciclo difícil de quebrar.

Se você sente que precisa desse acompanhamento, não deixe de procurar pela ajuda certa! Entre em contato com a Psicotér hoje mesmo e garanta o melhor: marque sua Consulta Vip hoje mesmo!

 

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

avaliação psicológica bônus

    Se identificou com o assunto deste post?

    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*

    Seu e-mail*

    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *