Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Pensamentos negativos automáticos: como evitá-los

Categoria: Autoconhecimento, Comportamento

Pensamentos negativos automáticos: todas as pessoas têm pensamentos e sentimentos negativos, com certeza uns mais que outros. É fundamental aprender a lidar com ideias e sentimentos que nos perturbam.

Existem diferentes causas para os pensamentos negativos automáticos“brotarem” em nossa consciência.
Muitas vezes os pensamentos negativos automáticos surgem de acordo com a época de vida pela qual a pessoa está atravessando. O desemprego por exemplo, momento muito comum atualmente em dia, pode provocar pensamentos nocivos. Ideias como “não sou capaz de fazer nada” , “nunca conseguirei um emprego” podem ser comuns na mente de quem está enfrentando por esta situação.

Imagem - pensamentos e sentimentos negativosO pensamento negativo esta vinculado também com a razão que cada um tem para tentar melhores possibilidades para sua qualidade de vida. É muito comum os pensamentos negativos automáticos ocorrerem em um momento de estagnação da vida, ou seja, quando nos encontramos estacionados em um mesmo lugar através um longo período de tempo.

Outro fator que também pode ser um facilitador de pensamentos negativos automáticos é a nossa tolerância às insatisfações.

Decepções com as pessoas, com o trabalho e outros fatores da vida acontecem. Entretanto, cada um tem o seu jeito de lidar com isso. Algumas indivíduos tem baixa tolerância as estas frustrações; quando se sentem decepcionadas tendem desenvolver os pensamentos negativos achando que “tudo está difícil” .Todos nós, pontualmente temos pensamentos e sentimentos negativos, certamente uns mais que outros. Então, é importante aprender a lidar com pensamentos e sentimentos que nos perturbam.

A chave para que esses pensamentos negativos automáticos não nos impossibilitem, não nos esmaguem ou não condicionem as nossas condições de humor, é a capacidade que cada um de nós tem para gerenciá-los corretamente.

A forma como pensamos acerca de nós mesmos, das outras pessoas, e dos acontecimentos pode ter um impacto importante sobre o nosso humor.Por exemplo, digamos que você normalmente tem o pensamento: “Eu estou sempre deprimido.” Sempre que esse pensamento aparece na sua cabeça, você provavelmente começará a sentir-se triste e para baixo. O inverso também é verdadeiro. Se você estiver sentindo-se ansioso e com medo, ficará mais propenso a ter pensamentos que são consistentes com esse estado de humor.

O problema não está nos próprios  sentimentos ou pensamentos negativos automáticos que invadem a nossa mente. Os pensamentos e sentimentos por vezes podem parecer ter vida própria, mas é pura ilusão.

Os nossos pensamentos e sentimentos não têm vida própria, eles vivem em nós, manifestam-se em nós, sem que necessariamente tenhamos que seguir ou agir de acordo com eles. Quantas vezes você não seguiu o que estava a pensar ou a sentir? Provavelmente muitas. Então o que é que o fez reorientar os seus pensamentos e sentimentos? Arrisco a dizer que foi você, foi aquele que tem consciência dos seus próprios pensamentos e sentimentos e que pode ou não segui-los.

Então, quer dizer que nós temos a capacidade de não agirmos de acordo com alguns pensamentos e sentimentos nossos?

Completamente!Provavelmente todos nós fazemos isso mais vezes do que temos consciência. No entanto, no que diz respeito aos pensamentos e sentimentos negativos, confundimo-nos com eles, ou seja dá-se um fenômeno de “fusão” entre os nossos pensamentos e sentimentos e a nossa identidade; personalizamos o que pensamos e sentimos colando-nos à nossa experiência interna.

A partir daqui, ilusoriamente julgamos ser o que pensamos e sentimos. Pior, julgamos não ser capazes de gerar outros pensamentos e sentimentos mais positivos, construtivos e capacitadores. Diante deste cenário, ficamos à mercê de distorções do pensamento. Damos origem a comportamentos jamais desejados podendo contribuir para o desenvolvimento de certos problemas psicológicos. Consequentemente , aparecem problemas pessoais, constatando-se como um obstáculo ao desenvolvimento pessoal.

Vamos aprender a lidar com nossos pensamentos? Podemos ter o total controle deles.

Psic. Lisiane Duarte da Silva – CRP 07/12563

Psicóloga Cognitivo Comportamental, Especialista em Gestão de Pessoas


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

';