Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Como Lidar com a Falta de Confiança no Relacionamento

Falta de confiança no relacionamento

A pergunta que muitas pessoas se fazem quando entram em uma relação ou até quando começam a ter problemas de ciúmes, por exemplo, é: como lidar com a falta de confiança no relacionamento?

Se você é uma dessas pessoas, veio ao lugar certo!

Isso porque entender os mecanismos do relacionamento é um passo importante, porém se questionar sobre as emoções que atravessam ele é ainda mais indispensável para garantir um equilíbrio e uma troca honesta entre parceiros.

Portanto, hoje vamos compreender a relação entre a insegurança e a falta de confiança no relacionamento, além de ver os principais pontos do ciúmes, da competitividade e dos conflitos que podem rondar uma relação.

Então, acompanhe até o final para descobrir quais as melhores maneiras de combater esse problema de forma saudável, podendo reerguer seu relacionamento ou, então, fortalecê-lo.

importância da confiança no relacionamento

 

Qual a importância da confiança no relacionamento?

Você provavelmente já ouviu alguém dizer que confiança é a base de tudo dentro de um relacionamento amoroso, não é?

A primeira vista, essa é uma frase realmente simples, mas se você parar para refletir, algumas perguntas podem acabar surgindo:

  • Por que a confiança em alguém faz tanta diferença dentro de um relacionamento?
  • Por que sem ela, acabamos nos sentindo inseguros e instáveis dentro da relação?
  • Como saber se realmente temos confiança nas pessoas, especialmente naquelas com as quais nos relacionamos?

Todos esses questionamentos são válidos, considerando que estamos falando sobre a base sólida de uma relação saudável.

Talvez, visualizar a ausência de confiança no relacionamento possa ajudar:

Sem ela, você sente que seu parceiro pode ficar distante a qualquer momento, então fica preocupado o tempo todo,  gastando energia pensando e tentando investir demais naquela relação.

Além disso, se sente inseguro com qualquer movimentação diferente, o que causa tensão e até certa ansiedade. Isso faz com que o número de brigas, de medos e discussões aumentem.

A falta de confiança no relacionamento amoroso mexe com muito mais do que as dinâmicas de casal, que já ficam péssimas com todo esse ambiente de desequilíbrio e dúvida, mas mexem também com o pessoal.

Alguém  sem confiança no namoro ou no casamento, por exemplo, costuma ter grandes problemas de autoestima também, já que tudo isso não passa de uma projeção dos seus próprios sentimentos.

Não se sentir seguro, isto é, não ter confiança em si mesmo, é o primeiro passo para desenvolver a desconfiança e o ciúmes do outro.

Muitas pessoas dissociam essas duas coisas, mas a grande verdade é que boa parte da falta de confiança no relacionamento vem de um lugar de insatisfação própria.

Já deu para perceber que grande parte dos conflitos nos relacionamentos pode vir de resquícios internos, né? Mas calma! Isso não é motivo para você sentir culpa!

O objetivo aqui é demonstrar como a insegurança no relacionamento é falta de confiança e que, muitas vezes, isso pode vir de dentro. No entanto, nem sempre é assim!

Além disso, é preciso que você entenda que a confiança é um pilar ímpar para que o relacionamento funcione, já que ela melhora as dinâmicas de casal, mas acima de tudo, colabora para o andamento da sua autoestima.

 

Principais causas que leva à falta de confiança no relacionamento

Já te contamos que a falta de confiança no relacionamento pode vir de dentro, mas esse nem sempre é o caso!

Esse problema pode vir de muitos espaços e o mais importante é você aprender a identificar quais são, para então, descobrir como resolver a falta de confiança no relacionamento.

Muitas vezes, isso é algo a se trabalhar em conjunto, também, mas não se preocupe! O objetivo inicial, aqui, é te mostrar de onde essas inseguranças podem estar surgindo nesse momento.

Então, confira as principais causas e veja se alguma delas imprime sentido nos seus sentimentos atuais:

 

Cicatrizes emocionais – Traumas

Pessoas com marcas emocionais muito fortes de relações anteriores podem acabar criando bloqueios provenientes desse trauma.

Isso implica em se sentir insuficiente, achar que pode ser trocado a qualquer momento, se sentir incapaz de receber afeto ou até mesmo em outros tipos de crença limitante.

Muitas vezes, esses traumas vêm de traições passadas, podendo ser da mesma relação ou não, afinal é o tipo de coisa que mexe com a cabeça e todas as estruturas de confiança de alguém.

Não é à toa que tantas pessoas procuram profissionais da saúde mental para descobrir como superar a falta de confiança após traição.

Nem sempre essas marcas são visíveis, o que dificulta a comunicação, já que só o ciúmes e a insegurança que se manifestam.

 

Abalos na autoconfiança e autoestima

Tratar de uma relação, em muitos casos, implica em muitos pontos além do amor e do respeito.

Infelizmente, esse é o caso da desconfiança e do ciúmes, por exemplo.

Esses são problemas que, muitas vezes, podem surgir através de questões que a pessoa tem consigo mesma.

É nessas horas que a gente vê o poder da autoconfiança e da autoestima, já que ambas são fundamentais para que a pessoa se sinta segura dentro do relacionamento.

Mesmo com toda a cumplicidade e o romance, é preciso que esses pontos estejam em pleno funcionamento para que a relação permaneça saudável.

 

Falta de comunicação

Nada mais problemático do que pessoas que se amam, mas não sabem dialogar!

O ciúmes e a insegurança também podem surgir da ausência dessa dinâmica, sabia?

Isso porque comunicar sentimentos, pensamentos e reflexões também é necessário dentro de uma relação, especialmente quando as coisas não andam bem.

Desconfortos precisam ser externalizados e trabalhados em conjunto, porque, do contrário, se abre muito espaço para a desconfiança e outros sentimentos destrutivos.

 

Consequências da falta de confiança na relação

 

Consequências da falta de confiança na relação

A falta de confiança no relacionamento pode atrapalhar a partir do momento que os sentimentos e os comportamentos começam a mudar.

Pessoas desconfiadas criam cenários na própria mente, o que faz com que elas fiquem transtornadas, inseguras e assustadas.

Isso resulta em pesquisas no telefone do companheiro, verificação de mensagens, invasão de privacidade, falta de desejo pela esposa, acusações e brigas.

Dificilmente, a desconfiança caminha ao lado de um diálogo saudável e tranquilo. Muito pelo contrário.

Em alguns casos, o casal consegue conversar sobre esses pensamentos obsessivos e acaba entrando em acordo, porém nem sempre é o que acontece.

Muitos desses comportamentos começam a desgastar a relação, fazendo com que ambos se distanciem com o tempo até chegar em um nível insustentável.

Além disso, pode ser um processo muito doloroso para os dois lados, afinal são acúmulos e mais acúmulos de medos e desagrados naquele espaço que deveria ser tranquilo e confortável.

 

Como lidar com a falta de confiança no relacionamento

Depois de descobrir todos os problemas relacionados à falta de confiança, é possível que você esteja se perguntando sobre como tratar, contornar ou, simplesmente, evitar isso dentro de uma relação.

É realmente importante descobrir maneiras práticas de se fazer isso, afinal nenhum relacionamento vem com manual de instruções, especialmente aqueles que envolvem pessoas com históricos e bagagens emocionais.

Pensando nisso, fizemos aqui uma pequena lista com dicas para você aprender a como tratar a falta de confiança no relacionamento, seja ele novo ou antigo.

Acompanhe:

 

1. Administre expectativas

Essa é uma grande dica para os casais, mas principalmente para aqueles que estão no início da relação e, em alguns casos, até para pessoas solteiras!

É muito comum que a gente romantize e idealize relacionamentos amorosos, já que somos constantemente bombardeados com relações perfeitas e intocáveis nas redes sociais, mídias e semelhantes.

No entanto, a realidade foge muito disso! Relações contam com pessoas que possuem suas próprias histórias, complexidades e traumas, ou seja, é impossível viver algo perfeito a dois, ainda que se tente.

Ter um relacionamento saudável é trabalhar para que seja bom para os dois lados, sabendo que haverá erros, dores e problemas no caminho.

Por esse motivo, é preciso trabalhar continuamente nas suas próprias expectativas, evitando frustrações e desencontros.

 

2. Busque se conhecer

Como já discutimos anteriormente, entender uma relação é, primeiramente, entender a si mesmo:

Conhecer suas fragilidades, aquilo que te dói, o que agrada, as faltas, os excessos, os medos e tudo aquilo que, também, te acolhe.

Esse é um exercício importante para lidar com a falta de confiança no relacionamento, mas também para cuidar da sua autoestima e do seu desempenho nos espaços.

É importante compreender que a confiança que vem de dentro pode e deve ser projetada nas coisas ao redor, seja a sua relação ou qualquer outra coisa.

Falta de confiança no relacionamento

 

3. Pratique a sua comunicação

A gente sabe que nem sempre é fácil conversar com alguém e expor os seus próprios sentimentos, especialmente quando estamos com aquela pessoa que nos importamos e temos fortes laços.

O medo de julgamento, do afastamento e de várias coisas acaba se expressando nos pequenos detalhes na nossa fala. Isso quando conseguimos dizer alguma coisa.

Por esse motivo, não tenha medo de praticar, tentar comunicar aos poucos e, em alguns casos, busque usar de outros meios: música, escrita, filmes… O importante é conseguir passar uma mensagem honesta e clara.

Aos poucos, você vai descobrir que não é um processo tão assustador quanto parece.

 

4. Invista em momentos seus!

Às vezes, o problema de desconfiança pode surgir de uma grande dependência emocional e até mesmo da carência.

Se você sente que esse é o seu caso ou que precisa trabalhar ainda mais na sua autoestima, essa dica é para você!

Cuidar de si mesma sozinha, sem precisar contar com outras pessoas, é, de longe, algo muito importante para que suas emoções cresçam de forma saudável.

Portanto, aproveite momentos na sua própria companhia, faça atividades que te agradam sozinha, visite espaços, escreva e curta os momentos de solitude.

Esses são detalhes que alimentam sua autoestima pouco a pouco, te levando cada vez mais longe no amor próprio.

Falta de confiança no relacionamento

 

Como a terapia pode ajudar no relacionamento?

Sabemos que este é um dos últimos espaços nos quais a pessoa pensa em ir, quando percebe os problemas de confiança surgindo, mas a psicoterapia é, de longe, uma das soluções mais eficazes para isso.

É na terapia que você pode descobrir os itens acima citados e muito mais, se preferir pode fazer a terapia de casal online, de onde estiver.

Trabalhar o autoconhecimento, os próprios bloqueios e as dores do seu cotidiano é algo que pode salvar o seu relacionamento, sabia?

Isso porque o profissional responsável pelo seu caso irá trabalhar as suas potencialidades, além de investigar todos aqueles sentimentos que um dia você, inconscientemente, decidiu bloquear.

Serão passos importantes para que você compreenda a origem dessa falta de confiança no relacionamento, mas também para reconhecer mais de si mesmo.

Pode ser difícil no início, já que não estamos tão acostumados a compartilhar tanto sobre nossa mente com alguém, mas isso faz parte do processo e o psicólogo irá te ajudar a se soltar aos poucos, respeitando seus limites.

Se você sente que passa por algo parecido dentro do seu relacionamento e que a psicologia pode ser sua aliada nisso, procure por profissionais que sejam a sua cara e que te tragam acolhimento!

Aqui, na Psicotér, nós contamos com um grupo de profissionais extremamente cuidadosos com a sua saúde mental e que podem te auxiliar nessa caminhada!

Entre em contato com nossa equipe de atendimento para garantir a sua Consulta VIP!

Texto de: Luísa de Oliveira – redatora da Equipe Psicotér

Aprovado por:

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

avaliação psicológica bônus

    Se identificou com o assunto deste post?

    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*

    Seu e-mail*

    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *