Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Ciclotimia: O que é, Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

ciclotimia

Ciclotimia ou transtorno ciclotímico é o nome que damos a um transtorno psicológico responsável pela instabilidade emocional de algumas pessoas.

Poucas pessoas conhecem esse nome, mas muitas acabam confundindo diretamente com o transtorno afetivo bipolar.

Ainda que alguns especialistas da saúde mental digam que a ciclotimia possa ser uma bipolaridade tipo II, é importante ressaltar o nome do transtorno, afinal seus sintomas se diferenciam em alguns pontos.

Outro ponto importante de destacar é que a mudança de humor é algo que faz parte dos nossos dias, especialmente com rotinas cansativas de trabalho e semelhantes, mas é preciso se manter atento:

A instabilidade de humor representa muito mais do que apenas demonstrações de diferentes emoções em um dia, o que é completamente normal.

Além disso, os sintomas do transtorno ciclotímico ainda podem ser confundidos com “traços de personalidade”, o que pode ser muito perigoso para quem acaba deixando de procurar um acompanhamento profissional.

Neste artigo, vamos abordar um pouco mais as instâncias da ciclotimia e o quão prejudicial ela pode ser, enquanto transtorno psicológico, para o nosso dia a dia.

 

O que é ciclotimia?

A ciclotimia é, então, um transtorno relacionado à mudança rápida e frequente de humor, responsável por dificultar relações e desempenhos comuns em atividades simples da vida.

Os sentimentos ao longo desse transtorno podem funcionar como uma montanha-russa, fazendo com que a pessoa esteja em grande estado de animação, mudando rapidamente para uma frustração intensa.

Essa característica facilita também a confusão com o transtorno bipolar, por exemplo, sendo que na ciclotimia os sintomas são mais brandos e as mudanças são de alcance mais curto.

Pode parecer um pouco difícil identificar esse transtorno, mas seu reconhecimento é mais intuitivo do que aparenta, afinal as mudanças emocionais se tornam realmente destaque na vida daquela pessoa.

As oscilações humorísticas referentes a ciclotimia tendem a aparecer muito mais no período da adolescência e início da vida adulta, momento em que muitas perspectivas começam a se estabelecer e a mudar, principalmente.

Esse transtorno é carente de atenção dentro dessa faixa etária, pois muitos pais acabam não percebendo que a oscilação de humor de seus filhos se trata de um transtorno e não, simplesmente, de uma fase complexa da idade.

É importante que eles tenham, portanto, esse conhecimento para poder oferecer o melhor acompanhamento e rede de apoio para seus filhos.

Mesmo se assemelhando ao transtorno bipolar, a ciclotimia tem duração de menos dias e se apresenta de forma menos intensa, ainda que dificulte a socialização e o trabalho das pessoas que a enfrentam.

Conviver com o transtorno pode ser um desafio, porque nem mesmo a pessoa que sente as mudanças de humor consegue lidar com tamanha carga emocional que se impõe a ela mesma.

Por isso, a necessidade de buscar ajuda assim que os sinais começam a se apresentar, afinal quanto antes começar a combatê-los, menores serão os impactos que eles vão trazer.

Qual a diferença entre ciclotimia e distimia?

A distimia é uma das doenças com a qual a ciclotimia é mais confundida, por isso a importância de estabelecer muito claramente as suas diferenças.

Diferentemente do que se acredita, a distimia tem muito mais semelhanças com a depressão comum que conhecemos.

Seus sintomas tendem a prender a pessoa em um estado de tristeza profunda e contínua, de forma menos intensa que a depressão, mas mais insistente que a ciclotimia.

A distimia também é um transtorno de ordem mental que cria dificuldades de superação e convivência por parte da pessoa que o enfrenta, especialmente em ambientes que exigem grandes habilidades sociais.

O trabalho é afetado e a pessoa passa a se encolher cada vez mais, sem conseguir se reerguer sozinha.

Sua duração é mais longa que a ciclotimia, porém mais curta que a depressão tradicional, o que faz com que muitas pessoas a chamem de “depressão leve” também.

Através disso, as suas semelhanças com o transtorno ciclotímico se limitam aos comportamentos e às eventuais mudanças de humor que podem acontecer.

Isso porque a ciclotimia consiste nessas mudanças inesperadas, além de confusas.

ciclotimia

 

Ciclotimia x Transtorno Bipolar

Outro transtorno que também pode gerar certa confusão, quando o assunto é a ciclotimia, é o afetivo bipolar, caracterizado pelas alternâncias constantes de humor.

A diferença desses dois estados, geralmente, se encontra no tempo de duração de cada um.

A bipolaridade tende a ter maior duração, ainda que tratada, podendo fazer com que a pessoa vá da euforia e total excitação até o maior estado depressivo possível. Algo que é muito difícil de acompanhar.

Enquanto isso, a ciclotimia conta com variações entre hipomania e o estado depressivo, que leva a pessoa a ter maior agitação e ansiedade.

Por apresentarem sintomas depressivos e de estresse em níveis diferentes, o transtorno bipolar tende a apresentar maiores preocupações e necessidade de tratamento mais imediato.

Isso não anula a gravidade presente na ciclotimia, afinal ambos os transtornos podem causar problemas muito maiores como a própria depressão, ansiedade, entre outros.

De qualquer forma, é importante ir em busca de algum profissional que possa oferecer um diagnóstico diferencial, que vá ajudar o paciente a compreender quais passos deve seguir para restabelecer seu equilíbrio emocional.

Mesmo com níveis diferentes, esses são transtornos que causam muito desconforto na vida social e até profissional de uma pessoa, afinal acaba deixando ela com mais impulsividade e comportamentos persistentes.

Daí a necessidade de estabelecer uma frequência em um acompanhamento psicológico com um profissional da saúde mental, que não só irá ajudar a diferenciar os transtornos, como também a tratá-los da forma mais correta e cuidadosa.

Esse aconselhamento é crucial para que a pessoa se restabeleça emocionalmente, seja se recuperando de um transtorno bipolar ou ciclotímico.

Quais os sintomas da ciclotimia?

Como já falamos anteriormente, ao se perguntar quais os sintomas da ciclotimia, é preciso recorrer diretamente à instabilidade de humor.

Essa é uma das maiores reclamações de quem chega no consultório com esses sintomas, afinal é a principal consequência da ciclotimia.

Entretanto, não são somente esses os sinais que aparecem na vida de quem enfrenta esse transtorno.

Há muitos sintomas que acabam cercando os comportamentos dessas pessoas e eles vão de impulsividade até o desenvolvimento de transtornos mais graves, como alimentares e até depressivos.

Como a ciclotimia consiste em inúmeras mudanças de humor, a pessoa tende a apresentar vários episódios de intensidade emocional.

Isso pode ocorrer com altos níveis de felicidade, pró atividade e produtividade, mas em seguida ser derrubado por uma onda melancólica e de desânimo.

É muito comum que pessoas com o transtorno passem por diversas sensações ao longo do dia, fazendo inclusive com que aqueles ao redor estranhem as súbitas mudanças.

Se trata de algo muito delicado, pois exige uma certa energia emocional dessa pessoa, além de atrapalhar seu desempenho em atividades simples e suas próprias relações com os outros.

Além disso, por ser algo tão insistente, pode parecer que as mudanças são parte da própria personalidade da pessoa, o que a torna completamente instável e desagradável nos olhos de quem a cerca.

Por isso, talvez, seja tão complicado identificar esses comportamentos como parte de um grande problema.

Outros sintomas muito claros são os pensamentos dessa pessoa que ficam completamente desajustados, acelerados.

É comum que a instabilidade emocional a torne mais ansiosa, o que também engatilha fortes pensamentos obsessivos compulsivos ao longo do dia.

As ideias ficam meio turvas e muitas preocupações começam a fazer parte da rotina dessa pessoa, gerando desconcentração e total falta de foco nas atividades mais simples do dia a dia.

Quem vê de fora, pode julgar que se trata de cansaço ou esgotamento, o que é um fato, mas causado, inteiramente, pelo transtorno ciclotímico e os pensamentos constantes.

Todos esses comportamentos e desencontros causados nos dias dessas pessoas podem acabar gerando questionamentos e fortes frustrações, o que as levam a um estado deprimido facilmente.

Se sentir inferior, para baixo e incapaz de lidar com a própria rotina pode corroer uma pessoa de dentro para fora, ou seja, não só o transtorno irá derrubá-la como também o acúmulo de outros sentimentos negativos e destrutivos.

Outro ponto que pode ser muito atingido pela ciclotimia é o sono da pessoa, uma vez que ela fica completamente inquieta e intensa sobre seus próprios sentimentos.

Seu ciclo básico da noite pode ser interrompido, seja por uma possível ansiedade ou simplesmente pela necessidade de ficar resolvendo e repensando diversos problemas do dia.

A insônia é um tipo de sintoma que muitas pessoas naturalizam por aí, mas a verdade é que ela pode e deve ser observada, afinal a perda de sono pode ser um alerta para muitas coisas.

Perda de apetite, suor excessivo, movimentos repetitivos com o corpo e afins são outros sintomas que podem aparecer conforme a insistência da ciclotimia.

Isso porque nosso corpo não está acostumado aos elevados níveis de estresse que somos submetidos ao longo desse transtorno e acaba traduzindo esse estranhamento nesses sintomas físicos.

Muitas pessoas que se identificam com essa série de sinais podem acabar se assustando, mas respira!

Pense que todo e qualquer sintoma relatado aqui pode e deve ser tratado ao lado de um psicólogo que entenderá o seu quadro e encontrará a melhor forma de contorná-lo com você.

Além disso, há casos em que o terapeuta encaminhará o caso para uma consulta com um psiquiatra, o que não é motivo para pânico algum!

Isso só significa que, muito provavelmente, os tratamentos indicados podem envolver o uso de medicamentos, algo que somente um psiquiatra tem condições de recomendar.

ciclotimia

 

Como é o diagnóstico da ciclotimia?

O processo diagnóstico do transtorno ciclotímico pode ser trabalhoso, pois como já tratamos nesse artigo: seus sintomas podem ser silenciados pela correria do dia a dia ou disfarçados por aquilo que chamamos de “personalidade”.

Todos esses aspectos são extremamente perigosos, afinal estamos falando de algo que pode levar à depressão e outros transtornos.

De qualquer forma, o diagnóstico ainda assim é possível, se observado de perto.

Geralmente, as mudanças de humor começam a ser percebidas por quem vive mais próximo da pessoa com o transtorno, porque está ali constantemente e consegue ver muito claramente as mudanças repentinas de humor.

Dessa forma, acaba que familiares e amigos começam a se preocupar com a pessoa, além de percebê-la mais cansada e nitidamente esgotada emocionalmente.

Isso pode ser levado para vários lugares, afinal pode ser que as pessoas dialoguem e decidam buscar ajuda, ou então simplesmente vejam os sintomas crescerem com o passar do tempo.

Tudo depende do momento em que a pessoa, por si só, decide ir atrás de ajuda.

Por isso, a grande necessidade de se manter atento a possíveis sintomas e suas respectivas intensidades!

A ciclotimia não carrega a intensidade de um transtorno afetivo bipolar, porém demonstra sérios riscos para a rotina de uma pessoa, dessa forma é crucial que ao menor dos sinais, se recorra a psicoterapia.

Um profissional facilitará o processo de reconhecimento do transtorno, além de avaliar funcionamentos mais internos como neurotransmissores, tempo de resposta e vários aspectos que somente ele poderá observar.

Buscar por esse auxílio é um grande passo que pode ajudar e muito essa pessoa a desenvolver melhor entendimento sobre si mesma, por mais difícil que isso pareça, de início.

 

Qual o tratamento para a ciclotimia?

 tratamento para a ciclotimia

 

O tratamento para a ciclotimia conta, basicamente, com o processo terapêutico e, em alguns casos, psiquiátricos também.

Se trata de um transtorno que exige muitas forças internas de cada indivíduo, o que o leva rapidamente a um nível grande de exaustão emocional.

Tudo isso pode ser controlado e avaliado dentro de uma sessão de terapia, ao lado de um profissional que reconhece os limites daquela pessoa e ajuda a superar cada um deles.

Pode parecer muito assustador no início, mas se trata de um processo necessário para que a pessoa possa reconstruir a sua autoestima pouco a pouco.

Isso pode ser feito através de consultas periódicas tanto presenciais, quanto online com um psicólogo.

Ele será responsável por diagnosticar e tratar o transtorno ciclotímico ao lado da pessoa que necessita, além de ensiná-la a administrar suas próprias emoções de um jeito mais saudável.

Quem não busca por um equilíbrio como esse, né?

Você conhece alguém que passa ou já passou por um processo semelhante com as próprias emoções? Essa é uma situação bem dolorosa para essas pessoas e o ideal é que possam se sentir à vontade para buscar ajuda o quanto antes!

Aqui, na Psicotér, nós contamos com um grupo de psicólogas que podem te ajudar a superar essas instabilidades, além de elaborarem seu próprio desenvolvimento e autoaceitação!

Entre em contato com nossa equipe de atendimento e marque já a sua consulta BÔNUS! Sua saúde mental é a sua prioridade!

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Veja também

Avaliação Psicológica Bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    RECEBA NOVIDADES

    Receba novidades, notícias e tudo sobre nossa empresa diretamente no seu email :

      Um centro de atendimento psicológico que desde 2010 tem seu foco em você, no seu desenvolvimento pessoal, seu bem-estar e também em sua qualidade de vida.
      SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

      © 2022- Todos os direitos reservados - Clínica de Psicologia Psicotér