Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Mágoa: O que é e como se livrar desse sentimento com a psicologia

mágoa

Quem aí nunca precisou lidar com uma grande mágoa ao longo da vida, seja por um coração quebrado, uma promessa desfeita ou uma simples decepção?

Essa é uma clássica emoção humana que, muitas vezes, pode dar aquela dor de cabeça desagradável para as pessoas, afinal é difícil de superar, dependendo da situação.

Guardar mágoa parece uma das coisas mais comum entre as pessoas, seja por traumas ou bagagens do passado que parecem realmente difíceis de serem esquecidas.

De fato, entender a mágoa e aprender a se desapegar dela, especialmente em situações de rancor ou perdão, pode ser custoso às pessoas, já que muitas precisam lidar com seu orgulho e com feridas passadas.

De qualquer forma, a mágoa é um sentimento negativo que, assim como outros, repercute em nosso corpo causando doenças e mal estar físico e mental, de forma que aprender a lidar com isso é de suma importância.

Pensando nisso, desenvolvemos esse artigo cheinho de informação e dicas para você superar de vez as limitações da mágoa, sem tanto sofrimento e com a ajuda certa! Confira!

 Sentimento de magoa

 

O que é mágoa?

A mágoa é muito conhecida por ser uma emoção humana, assim como muitas outras, de reação, ou seja, se manifesta depois que algo negativo acontece.

É comum que ela apareça em momentos que nos sentimos mais vulneráveis e machucados por uma pessoa ou situação específica, funcionando como uma “resposta” a algo que nos desagrada profundamente.

Diferente de uma simples decepção, o sentimento de mágoa tende a ser guardado e reforçado por cada um de nós conforme a passagem do tempo dentro das relações, mas também fora delas.

Se você está se perguntando se guardar mágoa interfere na maneira com a qual você se comporta, a resposta é simples: sim!

Por ser pesada e marcante, a mágoa costuma ser extremamente destrutiva tanto para quem a carrega, quanto para quem convive com essa pessoa (sendo esses responsáveis ou não por esse sentimento).

É interessante pensar sobre essa emoção insistente, pois ela costuma ser responsável por nos afastar de parceiros, amizades, familiares e semelhantes, mesmo que a gente nem perceba.

E isso acaba nos destruindo de fora para dentro, já que tira de perto aquele calor humano tão necessário para a nossa autoestima.

Viver assim pode ser altamente desgastante e solitário, certo?

Tenho certeza que você já deve ter escutado por aí como é ruim guardar toda essa mágoa e não precisa ser um grande especialista para entender o por quê.

A mágoa é uma sensação que corrói e te limita muito, afinal é aquele tipo de pensamento que te persegue e pode, inclusive, te levar ao descontrole emocional, sabia?

Isso acontece porque ela funciona como uma grande bola de neve que vai crescendo com o tempo e com os fatores do cotidiano que vão se somatizando.

Muitas pessoas podem achar que o tempo alivia as mágoas ou que nos cura automaticamente e, se parar para refletir, ele é sim um grande fator para a cura da mágoa profunda, mas não é o pilar mais importante para essa recuperação.

O tempo pode ser um aliado, mas sozinho ele só adia e mascara o problema, não o resolve, de verdade.

Por esse motivo, tantos psicólogos reforçam a necessidade de acompanhamento psicológico na vida das pessoas.

Ter um especialista que te ouça e saiba otimizar seu repertório emocional é indispensável para uma vida saudável, porque mantém sua mente em movimento na direção das coisas realmente importantes.

E conciliar isso com o tempo certo de cura é outro fator muito necessário, porque ele irá ajudar a crescer e evoluir sem pressa.

mágoa

 

O que o sentimento de mágoa pode causar?

Ter o coração triste e magoado pode causar muito mais do que o simples sentimento de tristeza.

A mágoa, quando retida, interfere no sono, por exemplo, uma vez que ficamos remoendo a situação que gerou esse sentimento e temos grande dificuldade de relaxar.

Algumas pessoas, além de ficarem relembrando o episódio doloroso, também  planejam vingança aos envolvidos, inclusive. Coisas que tomam tempo e energia delas.

Aí já se cria uma ansiedade e inquietação para a noite toda, ou seja, uma grande dor de cabeça para o dia seguinte.

Nessas horas, é importante pensar que todas as emoções que nos geram dor ou incômodo são traduzidas pelo cérebro como ameaças e são tratadas como tal.

Assim, quando sentimos mágoa, geramos altos níveis de estresse e nosso cérebro bombardeia o corpo com cortisol, adrenalina e noradrenalina que, a longo prazo, são nocivos à saúde.

Hormônios esses que podem causar, inclusive, um ataque cardíaco. Assim acontece também com todos os outros sentimentos negativos, como a raiva e o ódio, dentre outros.

Muitas pessoas podem não levar as emoções com a seriedade que deveriam e isso faz com que elas só se preocupem ao ver os sintomas físicos, isto é, quando nosso corpo começa a manifestar isso mais ativamente.

Chegar nesse ponto é alarmante, por isso é tão importante manter o contato com algum especialista que possa ajudar a prevenir essa situação.

Isso porque a mágoa pode evoluir para quadros muito graves tanto emocionais, no caso da depressão ou ansiedade, como físicos, como o câncer.

Sabe por que?

Uma pessoa que tende a guardar mágoas tem propensão a  alimentar o corpo com coisas não saudáveis e/ou utilizar alguma substância nociva como cigarros, por exemplo.

Nesses casos, o corpo é bombardeado com elementos tóxicos de todos os lados.

Duvido que alguém chegue a pensar que esse é o tipo de coisa que possa surgir com o sentimento da mágoa, mas é uma realidade.

E, por incrível que pareça, nossa alimentação vem muito de encontro com essa situação, pois estamos sempre descontando na comida, quando algo não anda tão bem. Seja pelo excesso ou a falta, as consequências sempre aparecem.

Por isso, que os sentimentos agradáveis como o amor e a gratidão geram bem estar, relaxam e até curam. Isso acontece porque o cérebro, nesse caso, secreta outros tipos de substâncias que são saudáveis.

Além de todas essas questões, é muito importante pensar sobre relacionamentos e laços também.

Quando alguém usa de palavras que magoam profundamente, a relação sai muito abalada, porque a confiança e a troca delas são atingidas e voltar ao que era se torna bem difícil.

Isso pode acontecer com um casal, entre filhos e pais, familiares e até amigos. Relações sólidas também são sensíveis à mágoa, por mais que muitos por aí não admitam!

Daí a necessidade manter a comunicação em dia dentro de cada relacionamento, mesmo aqueles que precisam de mais energia para que as conversas aconteçam.

Existem jeitos de trabalhar isso, assim como a mágoa e o perdão, acima de tudo.

 

O que fazer quando nos magoamos?

Quando alguém te magoa, a primeira reação talvez seja o afastamento, já que se ofender com algo pode mexer com nosso ego, antes de qualquer coisa.

Isso às vezes é importante para tomar o tempo certo e conseguir elaborar de forma saudável os seus pensamentos e as suas dores com relação ao que aconteceu.

No entanto, é importante saber processar os sentimentos que surgem com a mágoa, seja homem, mulher ou que for, afinal essa é uma emoção que não vê cara, idade ou gênero.

Há momentos em que talvez a gente precise de uma ajuda profissional para lidar com esse tipo de situação, o que não significa nada de ruim, apenas que é necessário um apoio para a superação disso.

Então, além de tomar o seu próprio tempo, é interessante se permitir ser ajudado a superar a mágoa, afinal estamos falando de feridas que nem sempre se fecham sozinhas e, talvez, precisem de um trabalho para isso.

Outro ponto importante em relação a mágoa é a própria análise dela.

Por que isso me marcou? Qual o significado dessa mágoa? De onde vem esse sentimento?

Todas essas são perguntas importantes na hora de visualizar o problema e ir em busca da cura para ele. Isso te faz entender um pouco mais sobre sua própria sensibilidade, mas também o jeito como as coisas e as pessoas te atingem.

Depois disso feito, é necessário que você tente distanciar a sua mente daquela mágoa, pois ficar relembrando constantemente e revivendo aquilo na sua cabeça pode ser extremamente tóxico para suas emoções.

Além disso, busque trabalhar o perdão dentro de você, tentando enxergar como aquele acontecimento se deu e de que forma tudo se desenvolveu.

Isso pode te fazer crescer mais do que o imaginado, porque sua perspectiva é aumentada e enriquecida com detalhes que nem sempre são percebidos, além de amadurecer muito o seu olhar para esse tipo de situação.

mágoa

 

E quando magoamos alguém?

Nesse caso, o primeiro instinto é pedir desculpas, tentar refazer a situação de uma forma mais confortável. No entanto, nem sempre essa é a atitude ideal para se ter, por mais que suas intenções sejam boas.

Como já falamos anteriormente, mágoa é algo que exige um processo muito mais longo envolvendo perdão, reconquista de confiança, entre muitas outras coisas.

Então, se você magoou alguém por uma atitude ou com palavras até é importante saber respeitar o espaço dessa pessoa, já que ela vai precisar elaborar todos os acontecimentos e seus sentimentos com relação a isso.

Dialogar também é uma atitude muito saudável, desde que seja feito com a vontade dos dois lados e sem nenhuma pressão psicológica.

É expondo sentimentos sinceros e com trocas verdadeiras que você pode passar a reconquistar a confiança dessa pessoa, mas cuidado! Mudar suas atitudes também é essencial, viu?

Afinal, não é fácil se desapegar de algo traumático e gerador de mágoa apenas com palavras… É preciso atitudes que comprovem a mudança!

Essas ações em um relacionamento com um namorado ou um amigo, por exemplo, são muito importantes de serem ressaltadas.

Isso porque não há nenhuma “pressão” social para que vocês sigam se relacionando, como é o caso de familiares (com mães, pais ou irmãos), por exemplo.

 

Quanto tempo leva para passar uma mágoa?

A mágoa é um sentimento extremamente subjetivo, ou seja, é muito difícil estabelecer o tempo certo para a sua cura.

É delicado criar esse prazo, pois depende muito da energia que você irá gastar para se livrar disso e da ajuda que irá buscar também.

Sumir sozinha já é uma questão mais delicada ainda, porque usar o tempo como remédio é esconder a mágoa e não curá-la de fato. Isso significa que qualquer gatilho pode acabar trazendo-a à tona, eventualmente.

Por isso, ao se perguntar sobre o tempo que uma mágoa demora para sumir, preocupe-se em buscar ajuda psicológica e otimizar seus pensamentos quanto a ela, porque do contrário, não haverá uma resposta certeira.

Cada mente reage e corresponde às ofensas e dores de uma forma, então o tempo se torna completamente relativo nessas situações.

Contudo, podemos garantir que com a ajuda certa e o olhar cuidadoso de um profissional da saúde mental, as suas chances de superar uma mágoa mais rapidamente só aumentam.

 Como se livrar das mágoas com a psicologia

 

Como se livrar das mágoas com a psicologia?

Como já tratamos anteriormente, lidar com as mágoas é um processo que pode ser longo e muito pesado para se enfrentar sozinho.

Com a ajuda da psicologia, ele pode se tornar mais leve, fazendo com que você encare suas inseguranças, ansiedades e medos relacionados a esse sentimento desagradável.

Isso porque um psicólogo tem a capacidade de te oferecer uma escuta treinada, que será instrumento de uma análise cuidadosa e extremamente perspicaz da parte dele.

É através desse trabalho, junto do seu esforço, que seu processo de cura começará a se construir lentamente.

Com isso, você vai ir ganhando confiança, vai melhorar sua autoestima e até o seu olhar sobre a situação (ou pessoa) geradora da mágoa.

São passinhos de formiga, mas que apresentam resultados estrondosos e muito satisfatórios.

Você sente que já precisou superar uma mágoa assim? Precisa de um empurrãozinho para perdoar algo ou alguém?

A Psicotér conta com um grupo de psicólogas extremamente capacitadas que podem te ajudar a mudar as perspectivas de vez!

Entre em contato com a nossa equipe de atendimento e garanta a sua CONSULTA VIP!

Lisiane Duarte

Lisiane DuarteFundadora da Psicotér, CEO e Diretora Técnica, Psicóloga Cognitivo-Comportamental, completamente apaixonada pelo ser humano, realizada e privilegiada por poder participar da transformação de vidas. Experiência de mais de 20 anos de atuação clínica e empresarial. Psicoterapeuta individual e em grupo de crianças, adolescentes, adultos, idosos, casal e família, online e presencial, pós-graduada em Gestão do Capital Humano. Consultora de recolocação profissional desde 2003, capacitando e orientando profissionais em transição de carreira na busca de novas oportunidades. Também consultora em diversas empresas nacionais e multinacionais, nas diversas áreas de RH, atendimento e avaliação psicológica de profissionais.

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

avaliação psicológica bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.