Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Demissexual! Significado, será que eu sou? Saiba mais…

Categoria: Autoconhecimento, Psicoterapia Individual

Atualmente, além das muitas orientações sexuais que podemos encontrar em nossa sociedade, também observamos grupos mais restritos, como o demissexual.  Esses grupo  indicam o tipo de relacionamento que buscamos. Podem estar ligados diretamente a personalidade, experiências pessoais, escolhas ou valores sociais e individuais. 

Os três grupos que nos classificam quanto a forma de relacionar amorosamente

Nesse sentido, existem três grupos importantes que revelam a maneira como essas pessoas gostam de se relacionar:

Assexuais:

São pessoas que namoram, têm relação de afeto com seus parceiros, mas não existe atração ou interesse em ter relações sexuais. Isso não significa que não exista outro tipo de atração, como a atração romântica, física ou admiração pelos parceiros. Essas pessoas apenas não sentem as mesmas necessidades sexuais.

Neste caso, é importante buscar o autoconhecimento, ter consciência e entender essa escolha como uma preferência interna.  Sem esse entendimento a pessoa pode vir a se sentir anormal e inapropriada para ter qualquer tipo de relação. Essa pessoa pode também  se excluir do contato social e desenvolver algum tipo de ansiedade ou depressão, isso por não entender sua condição humana. 

Não assexuais ou Alossexuais: 

São pessoas que mantem relações sexuais com frequência e com diversos parceiros durante a vida. A relação sexual é algo que transcorre normalmente, com envolvimento afetivo ou amoroso ou ser apenas fruto de uma escolha prazerosa.

Esse grupo, por fazer parte de grande parcela da sociedade, pode ser caracterizado dentro de certa normalidade. É importante saber que apesar de fazer parte da maioria, entende-se que não deve excluir os outros grupos.  Ao entrarmos no campo da sexualidade é importante entender as diferentes nuances e singularidades humanas. E também as escolhas devem ser honradas e respeitadas e não definem a índole das pessoas. 

Lembrando que o fator emocional sempre será fundamental para que se desmistifique o papel do desejo e suas interferências nas relações humanas.  É fundamental não permanecer nas polaridades, e sim, abrir a mente para o novo e o que traz prazer a vida.

Demissexual:

demissexualEntretanto, existem os demissexuais, um grupo diferenciado e não menos importante. O aspecto dessas pessoas é relacionar-se sexualmente apenas com quem sentem vínculo afetivo e intelectual. Para essas pessoas, a atração sexual é posterior a uma conexão que depende de vinculação emocional. O sexo não é o primeiro plano!

Segundo fontes como o site demisexuality.org, os demissexuais, no espectro, ficam mais próximos dos assexuais. Isso porque, na maioria das vezes, eles não sentem muita atração sexual durante a vida, já que isso exige um envolvimento emocional muito grande deles com as outras pessoas. Além disso, são cobrados pela sociedade por um posicionamento frente ao comportamento e investimento sexual. Eles também são muitas vezes estereotipados ou rotulados com apelidos e outras denominações – gays, por exemplo,  não correspondem com o que realmente são. 

Entendendo a demissexualidade

Geralmente o demissexual  durante a adolescência ou vida adulta podem ter passado por julgamentos de amigos ou familiares por não terem tido iniciativa própria.  Exemplificando, aquele jovem que tem a primeira relação sexual numa fase tardia da adolescência, sendo exatamente no momento que se vinculou com alguém. Entende-se que fatores como timidez e falta de confiança, a insegurança devem ser considerados. Nestes casos a vinculação emocional pode ser determinante na escolha do parceiro sexual ideal. 

demissexualidadeAinda é importante ressaltar que a demissexualidade não é uma anomalia ou doença. A demissexualidade é um estilo de vida, assim como todos os outros. Somos movidos por nossas escolhas e essas direcionam nossos comportamentos e relacionamentos. Não há dúvidas de que o sexo virou algo banalizado pela nossa sociedade.  Afinal é preciso analisar e entender se isso é algo construtivo e de valor para sua vida.

Para entender se você é demissexual, é necessário observar as suas relações e as formas com que elas se desenvolvem. Talvez se você costuma preservar-se sexualmente e prioriza conhecer o seu parceiro. Possivelmente esse é um indicativo de que você valoriza isso em sua vida. Assim, não se sinta constrangido caso pense que você se encaixa nesse grupo, afinal todos nos encaixamos em algum e se não nos adequamos,  não será problemas quando temos definidos nossos valores.

O Autoconhecimento

Finalizo deixando a reflexão de que a maior tarefa que podemos ter conosco é:  buscar o autoconhecimento de quem realmente somos. É um trabalho interno árduo, mas necessário para que possamos ser melhores e construirmos um mundo melhor.

Certamente, o autoconhecimento é um caminho efetivo e verdadeiro que podemos optar através da terapia. Quando você muda, o mundo ao seu redor se transforma em novas possibilidades.  Além disso o amor, sexo e relacionamento são emoções que quimicamente alteram o nosso corpo, assim sendo, não é fácil entender que precisamos compreender melhor esse processo para convivermos melhor com ele.

Acredite!

Nina Guarnieri – CRP 07/18746
Psicóloga Clínica com especialização em Psicologia Transpessoal

 


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

(51) 4100-2513