Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

De que forma o estresse gera ansiedade e depressão?

Categoria: Ansiedade, Depressão, Doenças e Transtornos, Estresse

estresse gera ansiedade e depressãoNão há dúvidas de que vivemos em um mundo movido pela rapidez das informações, o que gera estresse e o estresse gera ansiedade e depressão. O progresso da tecnologia, bem como a ciência, nos leva a acompanhar a evolução mundial quase na mesma velocidade em que acontece.

Essa velocidade também ocorre em nossa mente, originando a necessidade de que devemos ser potentes, rápidos e competentes em vários contextos de atuação. Assim o tempo atualmente é algo precioso em nossas vidas e precisa ser administrado. Pois, se a bússola interna não funciona, com certeza gerará distúrbios patológicos como ansiedade e depressão.

O estresse é conhecido como uma resposta do organismo a situações internas ou externas. Sendo o resultado da interação entre características pessoais e demandas do meio. Esses estímulos estressantes normalmente não são prejudiciais à saúde, porém quando frequentes podem afetar aspectos cognitivos, comportamentais e até fisiológicos. Além disso, o estresse gera ansiedade e depressão e pode desencadear alterações hormonais provocando inúmeras disfunções no organismo.

Sintomas físicos:

Os sintomas do estresse podem ser físicos, entre eles:

  • dores de cabeça;
  • enxaquecas;
  • dores abdominais;
  • alergia e problemas de pele;
  • imunidade baixa;
  • suscetível a gripes e resfriados repetidamente;
  • insônia;
  • alterações de apetite;
  • taquicardia;
  • tensão muscular

Esses sintomas aparentemente podem parecer algo inofensivo. Inicialmente, as pessoas recorrerem à automedicação para aliviar sintomas. Após algumas tentativas sem evolução, o próximo passo então é ir ao médico, que durante a avaliação clínica, vai dizer que você está com estresse, questionando seus hábitos de vida. Talvez seja o momento de você perceber que algo está errado.

Sintomas emocionais e comportamentais do porque o estresse gera ansiedade e depressão:

  • Irritabilidade: vontade de explodir, impaciência ao expressar necessidades e insatisfação quando as coisas não acontecerem no tempo planejado. No convívio social, quem conhece alguém estressado, sabe que não existe espera, as coisas têm que acontecer no tempo e do jeito almejado.
  • Angústia: aflição, pressa, sensação que é sobrecarregado, tem que dar conta de tudo e se sente incompreendido.
  • Ansiedade: não consegue equilibrar o tempo, comportamento e emoção. Acompanha sintomas físicos que podem levá-lo ao médico achando que terá um ataque cardíaco e morrer.
  • Tristeza: sofrimento que provoca desgaste nas relações, esgotamento emocional, físico e interpessoal.
  • Sentimento de incapacidade: devido ao alto nível de exigência pessoal ou falta de controle para lidar com a demanda profissional, acadêmica ou relacional.

Portanto, o estresse pode nos deixar ansiosos por questões não resolvidas no passado ou presente. Pois vai ocasionando descrédito em relação ao futuro. Pode iniciar com falta de energia e motivação, irritabilidade e baixa tolerância à frustração, é como se tivéssemos automatizados e condicionados a uma rotina necessária e sutilmente ofensiva. Você percebe, quando seu filho lhe pergunta algo e você responde impacientemente, pois começa agir desta forma com as pessoas que mais ama. No trabalho, a tendência será a repetição do mesmo padrão de comportamento, impaciência, falta de humor e flexibilidade para resolver conflitos, até que um dia você explodi, sente que foi agressiva demais ou se isola chorando pelo fato de sentir-se esgotada.

O estresse é algo tão corrosivo para a saúde mental:

Pois aos poucos vai corroendo a alma, a paz e o equilíbrio emocional. Assim a exaustão leva a margem de um abismo à depressão, uma das maiores causas de adoecimento no mundo. Sentimento de tristeza, decepção, não vê sentido em atividades que anteriormente fazia, buscando no isolamento consolo.

Estresse gera ansiedade e depressão e isso pode ser um sinal de descontentamento e tristeza com algo que estamos vivenciando:

Os dois dão margem a situações estressantes e difíceis de resolver isoladamente, assim é de suma importância o autoconhecimento para compreensão de como lidamos com os fatores intervenientes da vida, como; conflitos, perdas, luto, doenças, problemas de relacionamento e demanda profissional. Pois, por melhor que seja sua intenção de evoluir, é necessário encontrar um eixo de equilíbrio para preservar sua saúde e bem-estar biopsicossocial e não adoecer.

Entretanto, o adoecimento psíquico não avisa a hora de chegar. Pois na maioria das vezes, o paciente adoecido traz em sua história de vida vários sinais e sintomas de uma doença anunciada no silêncio, naquilo que calou, e não conseguiu entender ou resolver. Tornando os sintomas cada vez mais crônicos, evoluindo para um diagnostico de depressão, ansiedade ou síndrome de pânico, queixas mais recorrentes na prática clínica.

É preciso ter uma atenção especial em nossas reações, pois elas podem ser sinal de que algo não está certo. Pois a melhor maneira de combater o estresse aliado a essas condições é buscar o autoconhecimento. Reconhecer limitações e potenciais, entender que podemos evoluir, mas estamos longe de sermos super-heróis.
Estresse gera ansiedade e depressão, pense em você com respeito e carinho!

 

Leia! 📖📰📚

 

Nina Guarnieri – CRP 07/18746
Especialização em Psicologia Transpessoal.


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

(51) 4100-2513