Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Trauma psicológico: como lidar com essa situação

Publicado em 9 de julho de 2019
Categoria: Ansiedade, Psicoterapia Individual
trauma psicológico

As situações traumáticas

Nos dias atuais, vivemos potencialmente em risco. São diversas as situações as quais podem nos causar trauma psicológico. Situações como:  acidentes, assalto, sequestro, perdas, término de relacionamento, violência física, sexual, demissões, catástrofes outro acontecimento trágico.  Além disso, situações ligadas à dimensão física, ameaças à vida em sua dimensão psíquica também podem causar também trauma psicológico.

Certamente são situações que acontecem de forma repentina e inesperada, onde a pessoa sente que sua vida está em risco. Assim elas se caracterizam, principalmente, por representar uma ameaça à segurança e a vida da pessoa.  Essas situações  ultrapassam em intensidade as ocorrências comuns do cotidiano, consequentemente levando a pessoa a desespero e a não saber o que fazer.  

A reação de cada um em relação ao trauma psicológico

Certamente cada um de nós reage de forma diferente frente às situações traumáticas.  Do mesmo modo, uma pessoa pode sentir muito medo e também ficar extremamente impressionada, enquanto outra pode ficar chocada, paralisada. Depende muito de como cada uma interpreta a situação e ainda mais de como costuma lidar com as emoções.

Certamente para muitas pessoas, as reações aos eventos traumáticos são normais, temporárias e desaparecem com o tempo. Do ponto de vista fisiológico, todas as pessoas terão uma resposta semelhante, como reações químicas (liberação de adrenalina e cortisol).

Esses dois hormônios servem para preparar o corpo para fugir da situação que interpreta como perigosa ou para enfrentá-la. Depois desse processo, o próximo passo é a memorização desse evento. Certamente algumas pessoas irão lembrar-se do que aconteceu, mas não se sentirão tão afetadas e assim seguirão sua vida normalmente.

Enquanto algumas pessoas irão lembrar-se da memória traumática de forma frequente e intensa, desencadeando reações fisiológicas vivenciadas quando ocorreu o evento, como tensão, taquicardia, pavor, angústia, entre outras. Quando reações desse tipo ocorrem, certamente que o evento traumático causou um trauma psicológico.

 

O trauma psicológico

trauma psicológicoTrauma é uma palavra de origem grega, que significa ferida. Um evento que causa um trauma psicológico é aquele em que a pessoa não consegue lidar com o tamanho do acontecimento, apresentando diversas reações que tem muita dificuldade de lidar, excedendo a capacidade de processamento de uma pessoa.

Primeiro de tudo , o trauma está intimamente ligado à forma como a pessoa interpreta o evento traumático. O que pode gerar um trauma em uma pessoa, pode não gerar em outra.

A interpretação do evento está muito ligada às vivências do passado de cada um. Devido a isso, determinadas situações ruins podem trazer à tona lembranças negativas semelhantes que a pessoa vivenciou no passado.

Consequentemente, podem desencadear uma série de problemas. Problemas como isolamento social, baixa autoestima, pouca ou falta de autoconfiança, dificuldade de se relacionar, dificuldade para resolver problemas e também dificuldade para modular as reações emocionais.

Em casos mais graves, o trauma pode desencadear o desenvolvimento de vários transtornos psíquicos, como depressão, ansiedade, abuso de álcool e drogas, entre outros.

 

Vencendo o trauma psicológico

Finalmente, quando houver vivenciado uma situação traumática, é muito importante procurar ajuda psicológica. Além disso, superar sozinho uma lembrança deste tipo pode ser uma tarefa difícil e precisa ser enfrentada antes que exista algum prejuízo em sua vida.

Enquanto que não tratar pode trazer uma série de problemas, desde dificuldades de se relacionar com as pessoas e além disso problemas no trabalho, com a família e nos estudos. Sintomas como medo, ansiedade, humor deprimido, pesadelos frequentes, evitação, uso de álcool ou alguma droga para fugir das lembranças são indícios de que você não está conseguindo superar a vivência da situação traumática e provavelmente precisa procurar ajuda.

Acima de tudo busque ajuda profissional. A psicoterapia é muito eficaz nestes casos, trazendo excelentes resultados. Ela vai lhe auxiliar a compreender o que aconteceu e também a dar um novo significado à experiência traumática vivida.

Também vai ajudar criando estratégias para enfrentamento dos problemas, e consequentemente melhorando a autoconfiança e a autoestima para retomar aspectos da sua vida que ficaram para trás.

 

Psic. Roberta Gomes – 07/12844
Psicóloga especialista em Psicoterapia cognitivo-comportamental e Neuropsicologia

Clique para solicitar avaliação bônus

Veja Mais


    Se identificou com o assunto deste post?
    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Gostou? Compartilhe:

    Leia Também

    Deixe seu comentário