Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Distimia e mau humor

Muito se comenta sobre transtornos do humor, principalmente sobre depressão. Segundo Alford e Beck (2011), a depressão maior é a principal causa de incapacitação no mundo inteiro. Mas e a distimia? O que significa?

O termo distimia vem do grego e significa humor perturbado, anormal ou irregular. Segundo a OMS, 3% da população mundial, cerca de 180 milhões de pessoas, sofrem de distimia – uma forma crônica de depressão de baixa intensidade. O indivíduo preserva a capacidade de funcionamento, não respondendo aos critérios para transtorno depressivo grave, moderado ou leve.

Na distimia, o mau humor é constante. Por isso os distímicos, geralmente, são pessoas amargas, de difícil relacionamento, com baixa autoestima e elevado senso de autocrítica. Assim, na maior parte do tempo, se apresentam irritados, reclamam de tudo, geram polêmicas, resmungam, são agressivos e só enxergam o lado negativo das coisas. A irritabilidade com tudo e todos e a impaciência são sintomas frequentes e incomodam ao próprio indivíduo. A capacidade produtiva fica prejudicada, assim como a agilidade mental.

Primeiramente, os distímicos são muito exigentes, com eles e com os outros. São altamente estressados e seu estresse e comportamento contaminam as pessoas ao seu redor, que também vivenciam o estresse. Por conta disso, a distimia gera prejuízos pessoais e familiares importantes.

Certamente, o aspecto cognitivo também é influenciado pelo mau humor. Geralmente, os mal-humorados crônicos alimentam pensamentos automáticos (PA), espontâneos, ligados a coisas negativas, e maximizam tudo de ruim (Erros Cognitivos). As pessoas mal-humoradas e portadoras de distimia ou depressão cometem diversos erros no que diz respeito ao aspecto cognitivo, denominados Erros Cognitivos. Indivíduos mal-humorados e/ou distímicos podem maximizar o fator negativo e minimizar o positivo; levam sempre as questões para o lado pessoal e acham que estão sendo injustiçadas ou que o acontecimento ruim ou desagradável só acontece com elas (personalização).

Dicas para manter o bom humor e ser mais feliz:

• Desenvolver coisas que lhe são boas na vida.
• Pensar que tanto os maus quanto os bons momentos não são eternos.
• Sair de casa para caminhar andar ou passear
• Praticar exercícios de relaxamento corporal ou de meditação.
• Ouvir música e/ou cantá-las.
• Dançar.
• Ter um bom círculo de amigos.
• Manter um relacionamento alegre com os familiares.
• Ter animal de estimação, se for recomendável e possível.
• Ler jornais, livros ou informativos para ampliar a busca de realização pessoal e de lazer.
• Estabelecer planos e metas de vida.
• Ter uma dose de otimismo, esperança no trabalho e na família.
• Atividade sexual
• Fazer psicoterapia.

Conclui-se que o humor é parte geneticamente determinado, porém existem algumas atividades que podem influenciar positivamente o humor, melhorando, ampliando e flexibilizando a cognição. Essas atividades podem ser empregadas no trabalho terapêutico com transtornos de humor e por pessoas que desejam melhorar o humor de maneira global. A monitoração e mudança cognitiva (como o trabalho com os erros cognitivos e com o estilo atributivo) também podem ajudar a melhorar o humor de forma significativa.

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Veja também

Avaliação Psicológica Bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    RECEBA NOVIDADES

    Receba novidades, notícias e tudo sobre nossa empresa diretamente no seu email :

      Um centro de atendimento psicológico que desde 2010 tem seu foco em você, no seu desenvolvimento pessoal, seu bem-estar e também em sua qualidade de vida.
      SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

      © 2021- Todos os direitos reservados - Clínica de Psicologia Psicotér