Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Violência nas cidades – pânico e ansiedade aumentam!

Categoria: Ansiedade, Doenças e Transtornos

A violência nas cidades tem aumentado de tal forma nos últimos anos, que hoje se tornou um grave problema de saúde pública. Essa questão interfere significativamente na rotina das pessoas, uma vez que direta ou indiretamente, todos acabam convivendo com a possibilidade de terem suas vidas afetadas por alguma situação de agressão e/ou perdas.

Algumas pessoas relatam que já não assistem mais a noticiários para não se influenciarem com as notícias constantes acerca de violência em nosso país e no mundo.

Entretanto, dificilmente deixamos de receber a informação vinda de algum familiar ou de um conhecido, referente a alguém que sofrera danos físicos ou materiais.

Em decorrência da violência nas cidades, as pessoas estão tomando providências para se protegerem do perigo; tais como, evitarem as saídas à noite, reduzirem a liberdade de seus filhos adolescentes e crianças; aumentarem a segurança de suas casas e carros, dentre outras. As medidas preventivas são necessárias, visto que o risco é real.

Imagem - roubo, assalto, violênciaEntretanto, o preço que as pessoas pagam pelas medidas de segurança não reflete somente no bolso. Certamente, o prejuízo maior é no estado psicológico e mental de ter sua liberdade reduzida. Quem mais sofre com esse cerceamento são os jovens, que têm sua vida sob controle constante; muitas vezes, sofrendo prejuízos significativos na construção de sua identidade, tornando-se inseguros e dependentes.

Nos consultórios, os casos de pessoas com Síndrome do Pânico, Transtorno de Ansiedade de Separação, Transtorno de Estresse Pós Traumático, têm aumentado consideravelmente nos últimos anos.

A convivência constante com a insegurança traz grandes prejuízos à saúde física e mental das pessoas.

Infelizmente, tudo indica que a solução para a violência está longe de ser alcançada. No entanto, o impacto psicológico das consequências da violência em nossas vidas pode ser atenuado. Cada vez mais os tratamentos psicológicos se tornam imprescindíveis para que essas consequências não gerem doenças mentais graves e incapacitantes.

Psic. Sandra Arreal – CRP 07/12064

Psicóloga Clínica, em formação em Técnicas de Revivência Transpessoal


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

(51) 4100-2513