Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Luto: Respeite as suas emoções…

Vivemos em uma sociedade que busca o prazer momentâneo, o prazer imediato, como se não houvesse tempo a perder.

Neste contexto, a maioria das pessoas, por falta de informação, encoraja o enlutado a deixar para trás a experiência do luto. Em consequência, devido à pressão social, o indivíduo vive o processo da perda solitariamente. Em silêncio, esforça-se a abandoná-lo, sem que se conclua o “processo”.

Aqueles que expressam o seu sofrimento através do choro ou em palavras geralmente são vistos como fracos. Pessoas próximas, bem intencionadas, mas com pouco conhecimento dessa situação, incentivam o enlutado à busca do autocontrole, pela sublimação do sofrimento, que acaba por manter a repressão emocional da pessoa em luto.

Veja também: As 5 fases do luto

Para sustentar essa “cobrança”, o enlutado começa a comportar-se de maneira socialmente aceita, mas contra a sua realidade psicológica. Mascarando a situação, e fugindo da dor, a ansiedade aumenta, gerando depressão. Se a pessoa não recebe aprovação da família, dos amigos ou da sociedade para viver o luto, ela poderá pensar que seus sentimentos não são normais.

O indivíduo pode apresentar-se com um sorriso no rosto, mas estar extremamente deprimido. É, principalmente nestas situações, que precisa-se ter muita atenção; diante do risco da permanência contínua desse estado. A depressão gera diminuição das atividades cotidianas; desinteresse por atividades que geravam prazer; distúrbios do sono; perda ou aumento de apetite e isolamento social. A dor deve ser vivida. O enlutado precisa viver e enfrentar o luto. Não há outra maneira de lidar com essa situação. A dor tem que ser compreendida e superada, nunca ignorada e jamais negligenciada.

Se identificou ou conhece alguém que se encaixe no comportamento descrito por este texto e que precisa da ajuda de um psicoterapeuta? Entre em contato conosco através desse link para agendar uma Avaliação Gratuita Online ou Presencial com uma Psicóloga em Porto Alegre. Com a ajuda do Terapeuta, o indivíduo conseguirá lidar melhor e de forma natural com o sentimento de luto.
Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

avaliação psicológica bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.