Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Como fugir da carência?

Categoria: Autoconhecimento, Emoções e Sentimentos

lonely-273629_1280Em diversas situações podemos nos sentir carente, a sensação de querer um acolhimento ou um carinho atinge praticamente a todos em mais de um momento da vida.

A carência em seus dois primeiros significados do dicionário Aurélio, é definida como a falta ou a necessidade de algo. A carência afetiva é muito comum. Enfrentamos diferentes desafios ao longo da vida; que podem ser facilitados com um abraço, um ombro amigo ou palavras de consolo.

Às vezes largamos nossos compromissos, reagendamos eventos ou afazeres e nos dedicamos a quem precisa da gente, porque quando precisamos de alguém, queremos presença. Sentir carência é comum. Devido ao fato de que muitas vezes há empecilhos que afastam essa conexão com o outro. Assim, nos sentimos só.

É normal sentir que fazemos muito pelos outros, enquanto os outros não fazem tanto por nós. Às vezes o empenho dos outros para apoiar a luta contra nossos problemas é escasso. Alguns fatores podem tornar a sensação de carência muito frequente. Então, recomendações de terapia podem ser muito úteis para contribuir aos questionamentos internos e de relacionamentos.

A carência pode vir do passado, da infância, de traumas ou de outras experiências. A falta do contato com os pais ou a insegurança que eles passam aos filhos, por exemplo, são potencias motivadores de um adulto carente. Já no caso de superproteção paterna, o indivíduo é criado com o excesso de “mimos” que criam um costume de dependência ou dificuldade de autossuficiência. Além da relação com os pais, outros relacionamentos afetivos ou situações de desamparo são comumente encontrados como a justificativa desse sentimento de insuficiência.

O primeiro passo para trabalhar a carência é aceita-la e entendê-la. Para que, como uma conquista pessoal, seja possível superar os pontos que provocam uma sensação de vazio. Ocupar a mente é um bom passo para evitá-la; já que ao fazer as atividades que você tem interesse ao lado daqueles que lhe passam conforto, você tem maior facilidade em se manter distante da ausência ou da necessidade de algo.

O desconforto com perguntas persistentes, exigências de mais presença associado a sensação de falta de algo ou alguém, não precisa ser trabalhado sozinho. Profissionais da área de Psicologia em Porto Alegre oferecem os melhores recursos para substituir essas ideias negativas pelo seu bem-estar.

Entre em contato conosco através desse link para lidar melhor com os seus sentimentos,
agende uma Avaliação Gratuita Online ou Presencial com uma Psicóloga em Porto Alegre.
Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Se preferir, preencha os campos abaixo e entre em contato para agendar sua consulta: