Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Psicoterapia infantil em Porto Alegre: como ajudar os filhos 

Categoria: Psicoterapia Infantil, TDAH, Timidez e fobia social, Trauma Psicológico

Criança com as mão nos ouvidosSe você procura por psicoterapia infantil em Porto Alegre, deve estar passando por alguma dificuldade com o filho (ou filhos), ou com alguma criança próxima.

Para muitos pais, assumir que o filho precisa de uma ajuda profissional é um processo difícil. Em compensação, quanto mais cedo os medos e angústias dessas crianças da nova geração forem trabalhados, os benefícios na vida adulta se tornam mais presentes. Tudo porque alguns traumas de infância não se prolongam.

Abaixo tem uma série de informações para você, que pode estar buscando mais sobre psicoterapia infantil em Porto Alegre, compreender qual o momento de procurar essa ajuda e como esse trabalho é feito.

Psicoterapia infantil em Porto Alegre: por onde começar?

O primeiro passo é perceber se a criança vem apresentando mudanças de comportamento, principalmente nos momentos das relações sociais.

Vamos a um exemplo: uma criança que sempre brincou bastante passa a ficar mais quieta, solitária. Isso pode ser um sinal de alerta.

Os indícios ou “sintomas” variam de paciente para paciente, mas alguns dos mais comuns são:

  • Irritabilidade;
  • Medos constantes;
  • Dificuldade em se relacionar com outras pessoas – inclusive, outras crianças;
  • Timidez extrema;
  • Dificuldades no processo de aprendizagem;
  • Dificuldades na alimentação;
  • Mudança de comportamento perante a família.

Nem só os pais, parentes ou cuidadores notam esses sinais. Profissionais da saúde, como médicos pediatras que costumam atender o menino ou menina, podem fazer a indicação ao notarem indícios de problemas.

Outro fato comum é que as alterações vindas de algum distúrbio psicológico vem das escolas. Professores e inspetores passam uma parcela de tempo importante com os pequenos, em momentos de aprendizado e convívio social.

Conversar com a equipe da escola pode levar a descobertas de alguns sintomas que pais e responsáveis acabam deixando passar.

De onde vem os problemas psicológicos em crianças?

Existem sempre alguns “gatilhos” que podem despertar os problemas psicológicos em crianças. Em alguns casos, a proteção exagerada dos pais e familiares faz com que elas não saibam lidar com frustrações. Porém, é preciso entender: os “nãos” fazem parte da vida. São difíceis, mas necessários.

Momentos de divórcio dos pais também podem ser impactantes a algumas crianças. Em certos casos, é preciso buscar um acompanhamento para superar algumas inseguranças que surgem nesta transição – principalmente, se há hostilidade entre as partes dessa separação.

Além dos pontos citados, problemas de aprendizagem também acabam mexendo com o lado emocional das crianças. Se elas não atendem às expectativas dos pais e professores, acabam se deprimindo – sem contar a possível rejeição dos colegas de escola. O transtorno de déficit de atenção (que ainda vamos abordar nesse artigo) é um dos problemas mais comuns nesse contexto.

Como a criança se expressa na psicoterapia infantil?

Diferentemente de um adulto, que tem a capacidade de explicar seus sentimentos por meio das palavras e da fala, crianças até certa idade ainda não têm recursos/conhecimentos suficientes para descrever esse lado emocional. Por isso, os psicólogos infantis trabalham com outras maneiras de expressão dentro da psicoterapia infantil em Porto Alegre.

A chamada ludoterapia é uma destas formas. Como já indica o nome, ela trabalha com o lado lúdico da criança em busca de traduzir o que está presente no inconsciente infantil. Isso é feito por meio de desenhos ou pela criação de histórias, por exemplo. O trabalho é em um ambiente preparado para os pequenos, onde ficam apenas terapeuta e paciente.

Um exemplo: por meio de jogos, o terapeuta infantil vai identificando como o menino ou menina enxerga as pessoas dentro do contexto de vida que está inserido. A mãe ou o pai podem representar uma figura de medo dentro desse imaginário infantil.

Ainda tem muita gente que busca por psicoterapia infantil em Porto Alegre e se questiona sobre a frequência das sessões. Normalmente, elas duram cerca de 45 minutos e ocorrem uma vez por semana. Esses encontros têm programas diferentes conforme a idade e as características da criança.

Mas não se pode esquecer que os pais também têm papel fundamental para ajudar os filhos. Eles vão trazer as primeiras informações sobre os sintomas. Ao longo das sessões de terapia, também têm papel importante no acompanhamento e no incentivo das evoluções – e o terapeuta dará orientações a esses responsáveis também.

Cabe a eles também impor alguns limites às crianças e também mudar comportamentos dentro de casa. São orientações que surgem dentro da sessão, mas que precisam ser colocados em prática fora dela.

Problemas psicológicos infantis em números

Os transtornos na infância não são algo raro, mas merecem toda a atenção. Olha só o que revelou um estudo do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), divulgado em abril de 2019:

  • Dos 2.511 alunos pesquisados, entre 6 e 12 anos, da rede pública de São Paulo e Rio Grande do Sul, 652 foram identificados com algum problema de âmbito psicológico.
  • Desse total, só 20% tinham algum acompanhamento.

Veja como muitos responsáveis acabam deixando passar esses problemas, acreditando que seja algo momentâneo, e acabam afetando o futuro dessa criança.

Como é a psicoterapia infantil para déficit de atenção?

O transtorno de déficit de atenção com hiperatividade – também conhecido como TDAH – é um dos problemas que mais levam os pais a procurar ajuda psicológica.

Criança com as mãos na cabeça

Esse é um transtorno neurológico, com causas genéticas. Pacientes com esse quadro clínico enfrentam dificuldades de concentração, inquietude e até mesmo impulsividade. Por causa da hiperatividade, algumas crianças podem ter alguma rebeldia (inclusive, se estendendo para a fase da adolescência).

O TDAH é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com os levantamentos divulgados pela Associação Brasileira do Déficit de Atenção, essa condição atinge de 3 a 5% das crianças em todo o mundo.

Como tratamento, são administrados remédios, mas a psicoterapia para déficit de atenção é fundamental.

Nesse caso, é indicada a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC), que busca padrões de comportamento no intuito de identificar raízes de alguns problemas e reforçar pontos positivos. Ou seja, reforçar a troca de velhos por novos comportamentos, deixando de lado os que não são funcionais para a vida.

O desenvolvimento do trabalho é definido a partir do perfil do paciente, mas sempre com o objetivo de construir uma nova vida, com qualidade e autonomia.

Garanta uma avaliação bônus!

Você convive com situações parecidas com as descritas nesse artigo com seu filho? Então, considere buscar ajuda especializada que garanta o fim destes medos, angústias e dificuldades das crianças.

Para quem busca a psicoterapia infantil em Porto Alegre, a Psicotér – Clínica de Psicologia oferece uma primeira avaliação psicológica bônus. Nela, também serão respondidas as principais dúvidas sobre esse tipo de atendimento às crianças.

Se você quer aproveitar essa oportunidade, é só preencher o formulário abaixo com seus dados, que retornaremos com um agendamento. Afinal, saúde mental – inclusive das crianças – importa muito.

 

Entre em contato conosco através desse link para agendar uma Avaliação Gratuita, Online ou Presencial, com um Psicólogo ou Psicóloga em Porto Alegre. Temos a garantia do melhor atendimento de psicólogos de Porto Alegre altamente qualificados.

 


Se identificou com o assunto deste post?
Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!


Seu nome*
Seu e-mail*
Seu telefone

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Entre em contato para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS ou tirar dúvidas.

(51) 4100-2513