Endereços psicoter
Rua Vigário José Inácio, 250 Sala 102 Centro - Porto Alegre
R. Antônio Joaquim Mesquita, 131 - Passo d'Areia - Porto Alegre
Rua Esteves Júnior, 50, Sala 404 - Florianópolis
SEG A SEX DÀS 7H ÀS 22H - SÁB DÀS 7H ÀS 12:30H

Filho de férias? Aproveite para fortalecer a relação

filho-de-ferias

As pessoas são seres relacionais, ou seja, precisam das relações para se desenvolverem. A criança é uma folha em branco que precisa ser preenchida. É através das relações que este processo acontece e ela aprende a reconhecer o mundo que a cerca.

Se seu filho está de férias, esse é o momento para trabalhar a saúde da relação. Relações saudáveis, em que os pais estão presentes, fazem planos e compartilham momentos de lazer e de alegria fazem com que os filhos se tornem pessoas mais seguras e assertivas.

Muitas vezes, a correria do dia a dia não permite que pais e filhos tenham muitos momentos de lazer e de interação. A época das férias, no entanto, é um momento de descanso e de descontração, ou seja, pode ser usado para realizar atividades diferentes, para conhecer novos lugares e ter experiências novas.

Portanto, que tal utilizar este período com seu filho de férias para fazer coisas que fortaleçam sua relação com seus filhos?
Atividades entre pais e filhos são momentos de trocas de carinho, de aprendizados, de conhecimento. Assim, são momentos de cada um se (re)conhecer; nas férias, a diminuição das atividades rotineiras, a possibilidade de passeios a outros lugares  e mais tempo livre podem fazer com que a convivência sofra algumas mudanças, e para melhor.

Qualquer atividade em que os pais e os filhos possam interagir é bem-vinda. Algumas delas podem ser realizadas em casa. Tais como cozinhar algo, arrumar algum cômodo da casa, jogar, assistir a algum programa ou filme; outras, podem ser realizadas na vizinhança, como ir a algum parque para brincar ou caminhar, ir a algum museu, ao cinema, ao shopping ou ao centro da cidade; e outras, ainda, exigem um pouco mais de dinheiro e planejamento, como por exemplo, fazer um passeio a outra cidade, para a praia, para outro estado, etc. Não há, porém, necessidade de gastar muito, nem de grandes planejamentos. Assim, o importante é poder estar junto, fazer algo que seja prazeroso a todos; que possa ser uma oportunidade de trocar carinho, atenção e aprendizado.

Relacionado: Psicoterapia Infantil, quando procurar?

Este aprendizado não precisa ser formal: “vamos ao shopping aprender a usar bem o dinheiro”; “vamos ao parque aprender a jogar bola”; “vou te ensinar a fazer bolo”. Ele acontece pelo exemplo, pelas respostas às perguntas e pela troca de carinho. 

Mais do que aprender algo objetivo, a criança aprenderá quem são seus pais e do que eles gostam; conhecerá novos lugares e aprenderá que existe um mundão lá fora para ela poder aproveitar. Ao dividir seu tempo com os filhos, os pais podem conhecê-los melhor; saber pelo que seus filhos se interessam e certamente podem até aprender algumas coisas com eles.

O importante é que o espaço de convivência aconteça e que as crianças também sejam ativas neste espaço. É importante que haja diálogo. Em outras palavras, que os pais mostrem diferentes possibilidades e que as crianças possam opinar e falar que tipo de atividades gostariam de fazer. Então, quando a criança sente-se acolhida, escutada e respeitada por seus pais, ela aprende a confiar neles e a seguir seus passos. Ela aprende que o mundo pode ser um lugar bom e que a opinião delas tem validade.

Além disso, a nova rotina será adaptada à vida depois das férias. Com os novos laços e a nova maneira de se relacionarem, com o que aprenderam uns sobre os outros neste período, pais e filhos certamente podem manter espaços de relações saudáveis, mesmo na volta às aulas. Lembre-se que este momento serve para fortalecer a relação e que, quando acabarem as férias, todos estarão mais unidos.

E então? O que você acha de convidar seu filho para um programa diferente hoje?

Psic. Anne Griza – CRP 07/13524

Psicóloga Clínica, Mestre em Administração com ênfase em Gestão de Pessoas

Gostou? Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Posts Relacionados

Confira os assuntos de maior interesse

avaliação psicológica bônus




    Se identificou com o assunto deste post?


    Então deixe seus dados abaixo que entraremos em contato em instantes* para agendar sua AVALIAÇÃO BÔNUS!

    Seu nome*
    Seu e-mail*
    Seu telefone

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.