Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

Feliz o tempo todo é realmente bom ou apenas é camuflagem?

Categoria: Doenças e Transtornos, Emoções e Sentimentos

As pessoas que demonstram ser fortes demais e que fingem que está tudo bem sofrem de exaustão, chegam ao momento de esgotamento mental e que não são felizes de verdade.

Você conhece alguém que é feliz o tempo todo?Aparentemente essas pessoas vivem somente coisas boas. Transmitem ser feliz o tempo inteiro, parece que não se chateiam nunca. Não sentem as perdas e frustrações ou ostentam ter o que não tem. Assim, há os que agradam demasiadamente aos outros. No entanto, certamente nunca dizem não e não reconhecem os próprios limites.

Algumas pessoas não são espontâneas, dispendem grande esforço para não demonstrar suas insatisfações, imperfeições, defeitos e fraquezas. Afinal, sabemos que todo ser humano tem sentimentos e eles não são só bons, e por mais feliz que sejamos existe momentos ruins.

É normal ficar triste, brabo, irritado, contrariado de acordo com as situações que vivemos no dia a dia. Ao contrário do que as redes sociais exibem, as pessoas além das características positivas, habilidades e qualidades, também têm problemas, dificuldades e, é claro, limites!

Muitos adotam máscaras com a intenção de não demonstrar suas fragilidades, escondem algumas características, atitudes e emoções que julgam ser “feias” ou que socialmente não seriam bem vistas.

➡ O medo de ser julgado pode levar o indivíduo ao uso excessivo de “maquiagem”, fingindo para si e para os outros ser o que não é. Podem se comportar desse modo para parecer perfeito em diferentes ambientes, no trabalho, na família, no grupo de amigos ou no casamento.

Alguém pode até fingir por algum período, em determinadas situações, mas não é possível fingir o tempo inteiro. E quanta energia desperdiçada, a máscara vai cair uma hora, ninguém consegue viver só de aparências.

As pessoas que fingem estar tudo bem, uma hora sucumbem! Não é saudável negligenciar os limites e sinais que o nosso corpo emite.

Dedique um momento da rotina para fazer o que gosta:

Pratique hobbies;

Descubra leituras prazerosas;

Pratique atividade física;

Conviva com os amigos;

Busque realizar atividades que te motivem.

E se você não está tão bem ou algo não aconteceu como planejado, reflita, suporte as experiências ruins, seja mais tolerante com si mesmo e autêntico com a sua essência.

✔️ Por Márcia Moares – Psicóloga da Equipe Psicotér

Entre em contato conosco para uma avaliação gratuita. Atendimento presencial, online e domiciliar. Psicotér: clínica de psicologia em Porto Alegre.

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Comentário Fechado

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Se preferir, preencha os campos abaixo e entre em contato para agendar sua consulta: