Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

“Eu não te amo mais!”

Categoria: casamento, Relacionamentos

Vale a pena tentar resgatar um relacionamento sem amor ou seria melhor “partir pra outra”?

Vamos pensar em alguns pontos…

Primeiro: na grande maioria das vezes ainda existe amor, apenas estamos cegos para percebê-lo. Isso deve-se a anos de troca de palavras e atitudes de desamor que se sobrepuseram a qualquer sentimento saudável que ainda possa existir.

Segundo: é mais fácil fugir de algo que está sendo difícil, do que procurar aprender com os erros e mudar. Além disso, quando percebemos nossos erros, tendemos a achar que nossas atitudes serão diferentes com outra pessoa. Entretanto, passamos de uma relação à outra praticando as mesmas atitudes e, consequentemente, repetindo o resultado insatisfatório.

Quando procuramos mudar essas atitudes no contexto do relacionamento desgastado, não temos nada a perder. Pelo contrário, na pior das hipóteses, caso não consigamos salvar a relação, no mínimo conseguimos mudar a nós mesmos e sermos melhores para o próximo relacionamento.

Terceiro: quando decidimos pela separação, essa é a solução que nos parece mais acertada naquele momento. Porém, com o passar do tempo, a raiva e o ressentimento vão passando. Percebemos então, que talvez pudesse ter sido diferente se houvéssemos tentado um pouco mais. Com isso, sentimos culpa e arrependimento.

Quarto e último: em muitos casos há filhos envolvidos e a relação com o pai/mãe das crianças será inevitável, de forma que é preferível tentar melhorarmos a relação independente do seu resultado, pois teremos que conviver com a pessoa, casados ou separados.
Esforçar-se para resgatar a relação sempre é a alternativa mais acertada. Entretanto, é preciso muito esforço, dedicação e persistência. Muitas vezes é necessário que a pessoa, ou o casal, conte com a ajuda de um psicoterapeuta para receber orientação e suporte e tratar determinados padrões enrijecidos.

“Mas eu não sinto que amo mais!”.

Nós tendemos a pensar que o amor seja um sentimento, um estado emocional. Isso é um engano! Amor é um estado de consciência. Quando praticamos atitudes amorosas inevitavelmente o amor volta para nós e nos inunda como sentimento. Com o passar dos anos, muitas vezes vamos deixando de lado essas atitudes e as substituímos por outras que não são saudáveis; que vão destruindo nosso relacionamento.

Por isso, mesmo quando temos a impressão de não amarmos mais o nosso (a) parceiro (a), vale a pena o esforço para melhorar a relação. Mesmo que, em alguns casos, o relacionamento acabe, ainda assim é importante o resgate.

Resgatar um relacionamento não é fácil, mas é perfeitamente possível!

O psicólogo é o profissional capacitado e habilitado para ajudar casais a resgatarem o relacionamento. Ele facilita a conscientização das atitudes que estão destruindo a relação a dois para que possam ser evitadas, ou modificadas; bem como estimula atitudes impulsionadoras de mudanças satisfatórias na vida do casal. É um trabalho que inicia no consultório, mas como promove uma mudança profunda no modo como o paciente percebe a si mesmo como atuante direto na escolha dessas atitudes, acaba se tornando uma filosofia de vida.

Por Sandra Arreal – Psicóloga da Equipe Psicotér

Se você sente que o seu relacionamento não está saudável e que não há mais sentimento entre o casal, procure uma orientação especializada.
Entre em contato conosco através desse link para uma avaliação gratuita, presencial ou online, com um de nossos psicólogos em Porto Alegre para uma Terapia de casal.
Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Comentário Fechado

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Se preferir, preencha os campos abaixo e entre em contato para agendar sua consulta: