Marker
relógio Seg a Sex dàs 7h às 22h - Sáb dàs 7h às 12:30h
(51) 9 9833-8006
(51) 4100-2513

12 Crenças Irracionais de Ellis

Categoria: Comportamento, Psicoterapia

A forma como vimos a realidade define o nosso caminho para a Felicidade e Bem-Estar. Porém, a interpretação da realidade pode não ser a mais saudável, devido a algumas Crenças Irracionais.

Albert Ellis é um famoso psicólogo e psicoterapeuta, dissidente de Freud, falecido em 24 de julho de 2007 aos 93 anos, que desenvolveu a Terapia do Comportamento Emotivo Racional. Autor de 75 livros, durante trinta anos apresentava conferências sobre suas terapias, e contribuiu em muito para o desenvolvimento das terapias cognitivas e comportamentais.

Numa época em que os modelos psicanalíticos estavam muito em voga, Ellis ensinava em Nova York que eles eram uma perda de tempo e era melhor que as pessoas praticassem os comportamentos de sucesso que desejavam desenvolver, ao invés de se questionarem por anos a fio do porquê manifestarem comportamentos inadequados.

Também sugeria analisar os comportamentos inadequados e eliciar (descobrir) as crenças irracionais que servem de base para tais comportamentos. Então, depois de destacar as consequências óbvias destes comportamentos, fazer um processo regressivo – isto é, do fim para o princípio – decidindo quais seriam os comportamentos desejados, estabelecer que crenças são adequadas para manifestar tais comportamentos e, por fim, praticar tais comportamentos até que tais crenças se tornassem naturais.

Albert Ellis, construiu uma lista com uma série de crenças irracionais responsáveis por interpretarmos a realidade de forma menos saudável, originando em alguns casos perturbações e doenças mentais.

1. É fundamental para um adulto ser amado por todos e em relação a tudo o que faz.
Os outros apenas refletem o amor que nós sentimos por nós próprios. Encontre a sua essência, seja você mesmo, ame-se e então sentirá que os outros o amam.

2. Há certos atos terríveis e as pessoas que os cometem deveriam ser severamente punidas.
Não existe bom nem mau, apenas perspectivas. O importante é ser justo e agir corretamente no presente, invés de basear os nossos comportamentos no passado.

3. É terrível se as coisas não são como nós queremos.
Se a vida e o mundo fossem sem novidades seriam horríveis. Como é bom quando somos surpreendidos ou quando nos fazem boas surpresas.

4. A nossa felicidade é imposta a nós por fatores exteriores: pessoas e acontecimentos.
A felicidade vem do interior, então é um hábito interno. A felicidade nada mais é, que estarmos bem com nós mesmos e com o mundo e isso apenas depende de nós.

5. Se alguma coisa ou algo é perigoso e assustador devemos nos preocupar muito.
As preocupações não nos adiantam nada sobre a solução do problema, por isso são dispensáveis. Se não podemos fazer nada para solucionar o problema, continuar a pensar nele é pura tortura. Melhor prevenir-se calmamente do que se preocupar loucamente.

6. É mais fácil evitar do que enfrentar as dificuldades da vida e responsabilidades pessoais.

Evitar as situações não elimina as dificuldades, não as resolve. Elas vão estar sempre no mesmo sítio, vão nos causar medo e ansiedade. Mas se as confrontamos, eliminamo-as para sempre, encontraremos tranquilidade.

7. A pessoa precisa confiar em algo forte e superior a si própria.
Confiar em nós é mais importante que confiar em algo superior a nós. Nós é que tomamos as decisões da nossa vida. Embora em certos momentos possa ajudar, não é fundamental.

8. A pessoa tem que ser absolutamente competente, inteligente e bem-sucedida em todos os aspetos da vida.
Visto que o conhecimento está em constante mudança, é impossível em cada instante possuir o conhecimento necessário de forma a ser competente, inteligente e bem-sucedido em todos os aspetos da sua vida. Estabeleça prioridades. Não se esqueça de uma coisa, Certamente, errar é humano!

9. Se um acontecimento passado nos afetou, tem de continuar a afetar-nos.
Primeiramente, o passado pouco nos diz sobre o presente e o futuro. A perspectiva sobre o passado é que é importante. Transforme-o e interprete-o de forma positiva e servirá para construir um futuro melhor.

10. A pessoa tem que ter um controle absoluto sobre todas as circunstâncias e acontecimentos.
É impossível ter-se controle que todas as circunstâncias e acontecimentos. Por mais que tentemos, em qualquer acontecimento existe sempre uma parte que escapa ao nosso controle. Em qualquer instante existem uma infinidade de coisas que podem acontecer que escapam ao nosso controle. Mas isso não quer dizer que seja negativo, quantas vezes a vida nos prega surpresas positivas.

11. A felicidade humana pode ser alcançada através da inércia e da inação.
A felicidade tal como qualquer coisa na vida, deve ser conquistada. Assim, sem plantarmos uma semente nada irá nascer. Devemos investir tempo, energia, esforço naquilo que para nós é mais importante.

12. A pessoa não tem controlo sobre as suas emoções e, portanto, não pode evitar sentir-se de determinada maneira.
As emoções, tal como qualquer outra capacidade humana pode ser disciplinada. Mais importante e mais difícil de controlar que as emoções, é o ato respirar. Inspiramos 15 vezes num minuto, mas com treino e disciplina os mergulhadores conseguem ficar muitos minutos sem respirar.

E você, identifica-se com algumas crenças irracionais?

Gostou? Compartilhe:

Leia Também

Deixe seu comentário

Contato e Endereços

Para facilitar o seu atendimento, a Psicotér atende em diversas localidades de Porto Alegre. Veja no mapa qual o endereço mais próximo de você e ligue para agendar sua primeira consulta gratuita!

(51) 4100-2513
(51) 9 9833-8006
Fale conosco
Se preferir, preencha os campos abaixo e entre em contato para agendar sua consulta: