Enxaqueca e Tensão Muscular: Quanto tem haver com o psicológico?

A enxaqueca e a tensão muscular podem ser sintomas de várias doenças. No entanto, após o tratamento, a dor desaparece. Situações como abuso de medicação, ingestão de álcool e outras drogas, jejum prolongado, sono insuficiente, mudanças bruscas de temperatura, cheiros muito fortes, como tintas, solventes e produtos químicos em geral, alterações hormonais, a exposição ao sol e esforço físico exagerado, assim como uma má alimentação a base de frituras, carnes processadas, queijos envelhecidos, cafeína e chocolate também podem desencadear a enxaqueca e contribuir com a manutenção das crises.

Por outro lado, há muitos casos em que o indivíduo goza de boa saúde clínica e não compreende as causas da enxaqueca e da tensão muscular. A dor pode se tornar crônica, incapacitando as tarefas diárias e comprometendo a qualidade de vida da pessoa.

Na dor de cabeça tensional, a dor é mais leve e contínua, causa pressão na cabeça, mas não é latejante. Geralmente um analgésico e algumas horas de descanso são suficientes para superar a dor. Já no caso de quem sofre de enxaqueca, a dor é latejante e intensa, podendo ser em diferentes partes da cabeça e face, e pode causar alteração de visão, mal estar, náusea e vômito, geralmente acompanhada de grande tensão muscular que se expande pelos ombros, nuca e em diferentes parte do corpo.  

Nesses casos em que o tratamento já foi realizado e a enxaqueca e a tensão muscular persistem, esses sintomas não decorrem de uma condição médica geral, mas estão associados a causas emocionais.

A enxaqueca e a tensão muscular afetam pessoas muito preocupadas e que pensam demais diante de determinadas situações ou problemas, podendo levar a falta de controle, estando mais propensas a doenças psíquicas, como ansiedade ou depressão. Geralmente são pessoas dominadoras nas suas relações, que se comportam de maneira possessiva, não delegando tarefas ou não confiando em terceiros e na naturalidade de determinadas situações da vida.

As pessoas que sofrem de enxaqueca e tensão muscular geralmente demonstram-se orgulhosas, perfeccionistas, detalhistas, minuciosas, podendo ser até rígidas diante de regras e combinações, o que dificulta a tomada de decisões e a resolução de problemas, impedindo a adaptação no dia a dia, causando um nível de tensão elevado.

O estresse é o principal fator de desequilíbrio emocional, tornando o cérebro mais sensível aos estímulos sensoriais, pois a pessoa que sofre de enxaqueca e dor muscular sente as emoções, a dor, o barulho e a luz com maior intensidade do que as outras pessoas.

Para se ter um diagnóstico correto, deve-se procurar um médico para avaliar a freqüência, a intensidade, as causas que desencadearam a crise e os demais prejuízos e fatores associados à enxaqueca e a tensão muscular. O tratamento é realizado com medicação via oral indicada, que não são os analgésicos tradicionais e nem anti inflamatórios ou assemelhados, pois esses remédios causam certo alívio imediato na dor, diminuindo a sensibilidade do cérebro, mas não tratam a causa. Passando o efeito do remédio, o cérebro volta a sentir a falta da ação do medicamento, o que também causa a sensação de dor. Com o tempo os remédios não fazem mais o efeito desejado, tornando a dor crônica. O tratamento medicamentoso deve ser acompanhado de psicoterapia com foco na mudança de hábitos de vida mais saudáveis. A Terapia Cognitiva Comportamental é uma grande aliada na superação desse problema, agindo diretamente nas causas que geram a enxaqueca e a tensão muscular, pois ensinará uma nova forma mais realista e positiva de agir e pensar frente às situações da vida. A psicoterapia muda erros do pensamento que causam emoções negativas e sofrimento, como o medo, a angústia, a tristeza, a culpa, por exemplo, favorecendo, desse modo, o alívio desses sintomas.

Por Márcia Moraes – Psicóloga da Psicotér

 


Se você tem percebido que suas dores de cabeça não passam, sente seus músculos enrijecidos, entre em contato conosco através desse link para agendar uma Avaliação Gratuita para psicoterapia, com um Psicólogo ou Psicóloga em Porto Alegre. Temos a garantia do melhor atendimento e psicólogos de Porto Alegre altamente qualificados.