Para Escolas

  • Orientação Vocacional

    keyboard_arrow_down

    Ajudar os jovens nessa importante opção que é a escolha profissional, é o nosso grande objetivo. O programa da Psicotér para escolas está fundamentado na ideia de que é o próprio jovem quem deve realizar o trabalho de busca e resolução do problema da escolha. O especialista tem a função de colaborar nesse processo, dando condições para que a escolha seja realizada de forma racional e ponderada. Propiciar informações sobre as profissões, desenvolver o autoconhecimento, permitir o conhecimento da realidade que o jovem vive é o trabalho que efetivamente ajuda o jovem a posicionar-se quanto ao caminho que vai construir.

    Entre em contato conosco e agende a sua Avaliação Gratuita Online ou Presencial com uma psicóloga em Porto Alegre.

  • Palestras Escolares

    keyboard_arrow_down

    Com a necessidade de ser atual e promover serviços especializados nessa área, as escolas tendem a fornecer atividades a seus alunos e professores que os favoreçam no seu desenvolvimento intelectual, social e emocional. A Psicoter oferece a assessoria em palestras que são realizadas por psicólogos, no ambiente escolar. Os temas são escolhidos pela escola, perante sua necessidade, objetivando a discussão e orientação.

  • Treinamento & Desenvolvimento de Professores

    keyboard_arrow_down

    Psicoter acredita na importância do Desenvolvimento de Professores, por isto fornecemos serviços de apoio que ajudam os professores a desenvolverem suas necessidades e dificuldades diante da tarefa árdua de educar, por isso oferecemos o Treinamento & Desenvolvimento de Professores em vários formatos e configurações.

    Nossa experiência anterior mostra que os professores que tem participado de nossos serviços de Treinamento & Desenvolvimento, acharam de extrema valia, melhorando o seu planejamento e comunicação com os alunos.

    Uma verdadeira dose de motivação para professores.

  • Psicoterapia para Professores

    keyboard_arrow_down

    É crescente o número de professores com queixas físicas e emocionais resultantes de estressores diversos, aos quais são submetidos, constantemente, em seu trabalho nas escolas. Tais estressores compreendem: relações sociais insatisfatórias entre colegas, mas também entre professores e alunos; excesso de trabalho; remuneração defasada; escassos recursos didáticos; cansaço físico e mental; quadros de LER-DORT, atrelados às atividades laborativas; quadros psicopatológicos, com destaque para a depressão, os transtornos de humor, fóbico-ansiosos, reações ao estresse grave e transtornos de adaptação, bem como a Síndrome de Burnout.

    Somadas a tais estressores, encontramos, muitas vezes, dificuldades de ordem pessoal e familiar, os quais originam quadros de intenso sofrimento emocional.

    Tais quadros, quando não tratados de maneira adequada, acabam por repercutir na capacidade laborativa dos docentes, prejudicando seu desempenho no trabalho, suas relações sociais e familiares e, consequentemente, sua autorrealização.

    Neste sentido, a psicoterapia individual ou grupal pode constituir-se fator determinante para que professores aprendam a lidar com tais estressores e contribuir positivamente na prevenção, manutenção e recuperação da saúde mental dos mesmos pois, alargando a sua compreensão dos fenômenos sociais pelos quais estão envolvidos na escola, falando a respeito das próprias limitações, sejam elas físicas, emocionais ou de outra ordem, estarão promovendo a própria satisfação e influenciando na melhoria da sua qualidade de vida, e também da própria capacidade laborativa.