Características e sintomas do TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção

O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) é um transtorno neurobiológico, genético, hereditário, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Isso significa que o transtorno identificado na criança pode vir do pai ou da mãe; de um primo ou de uma tia. O TDAH também encontra em fatores ambientais motivos para sua ocorrência, a saber: nascimento com baixo peso, bebês prematuros ou mãe que fuma durante a gravidez.

O uso de outras drogas, inclusive o álcool, também pode influir no aparecimento do transtorno em crianças. Portanto, todo cuidado é pouco no período da gestação e o acompanhamento médico é fundamental.


O TDAH se manifesta, geralmente, antes dos 7 anos de idade. Em 95% delas, o transtorno se revela antes dos 12 anos.


Os sintomas da síndrome variam muito, mas no geral incluem:

 

  • Ansiedade
  • Esquecimento
  • Baixa autoestima
  • Dificuldades sérias de concentração
  • Problemas no controle da raiva
  • Impulsividade
  • Mudanças repentinas de humor
  • Sérios problemas e dificuldades de relacionamento

 

Os subtipos de TDAH se diferenciam por seus sintomas predominantes. Conheça os três a seguir:

Desatento

O primeiro é o tipo desatento, que tem como características desatenção, distração fácil, falta de concentração, dificuldade em realizar tarefas longas e seguir instruções, falta de organização e lapsos de memória (especialmente a de curto prazo).

  • Não presta atenção a detalhes e não faz determinada atividade corretamente  por descuido,
  • Tem dificuldade de manter a concentração nas atividades,
  • Não ouve quando lhe falam diretamente “cabeça no mundo da lua”,
  • É desorganizado,
  • Distrai-se facilmente,
  • Não persiste nas tarefas que exigem esforço mental continuado,
  • E mais: Não termina o que começa e tem dificuldade de seguir instruções, perde frequentemente os objetos necessários para as atividades, é esquecido.

Hiperativo/Impulsivo

Este subtipo é marcado por hiperatividade e impulsividade, que se apresentam por: dificuldade em se manter parado por muito tempo, necessidade de realizar várias ações simultaneamente, ansiedade e estresse, comportamentos compulsivos, pouca tolerância a frustrações e erros, falta de paciência, entre outros.

  • Irrequieto com as mãos e com os pés quando sentado,
  • Não para sentado,
  • Está sempre agitado, parece elétrico, a mil por hora,
  • Fala demais,
  • Tem dificuldade de esperar a sua vez,
  • Interrompe e se intromete nas conversas ou jogos dos outros,
  • E mais: Tem uma sensação de inquietude “bicho carpinteiro”, é barulhento para jogar ou se divertir, responde antes mesmo que a pergunta tenha sido concluída.

Combinado

O TDAH do tipo combinado reúne os dois subtipos anteriores em uma mesma pessoa, mesclando seus sinais.

É válido lembrar que o TDAH se manifesta de diferentes formas em adultos e crianças. Nos pequenos, os principais sinais para desconfiar do transtorno são dificuldade de aprender e notas baixas na escola. Já nos adultos o prejuízo é o baixo rendimento profissional.

Tem cura?

O distúrbio não tem cura, mas o tratamento adequado faz com que as características do transtorno sejam amenizadas. A partir dele, a criança hiperativa tem regressão das características, que ficam pouquíssimo aparentes na vida adulta.

A psicoterapia, especialmente a cognitivo-comportamental, estimula o indivíduo a desenvolver habilidades e explorar sua criatividade e hiperatividade beneficamente.

O tratamento também visa corrigir hábitos de desatenção ou hiperatividade por meio da identificação e correção.

Remédios psicoestimulantes são os mais usados para DDA, pois potencializam a ação dos neurotransmissores, compensando as alterações presentes.

Viver com uma pessoa com TDAH é como caminhar num campo minado, você nunca sabe o que deve esperar.

No artigo “20 Things to Remember If You Love a Person with ADD”escrito por June Silny para o site Lifehack.org, a autora mostra 10 pontos para um entendimento mais completo TDAH:

  1. O cérebro do TDAH não para, sua mente é extremamente ativa. Não existem freios ou formas de trazê-lo para um descanso. É preciso aprender a organizar esta situação.

  2. Eles escutam o que você diz, mas muitas vezes não conseguem absorver o que está sendo passado.

  3. Eles têm muita dificuldade em manter a atenção e o foco em algo, por isso desenvolver e permanecer em uma atividade é extremamente complicado.

  4. Eles ficam facilmente ansiosos e são sensíveis a tudo que está acontecendo ao seu redor, barulhos, movimentos bruscos, etc.

  5. Se estão preocupados com algo ou chateados, os portadores do DDA não conseguem pensar em mais nada. Isso faz com que a concentração no trabalho, conversas e situações sociais torne-se uma tarefa quase impossível.

  6. Os portadores de TDAH possuem profunda dificuldade em controlar suas emoções e reações diante de um fato. Muitas vezes, respondem impulsivamente e depois acabam se arrependendo.

  7. Pessoa com TDAH são profundamente intuitivas e enxergam além das limitações da matéria. É justamente este traço da síndrome que transforma pessoas criativas e sensíveis em grandes gênios da humanidade.

  8. Eles pensam fora da caixinha. Os portadores de TDAH pensam de forma diferente da maioria das pessoas, possuem pensamentos abstratos e muitas vezes conseguem enxergar soluções inusitadas.

  9. Eles são impacientes, inquietos e ficam facilmente irritados. Sentem necessidade de estar em constante movimento, balançando as pernas, mexendo no cabelo, etc.

  10. Como em suas mentes e no coração tudo é ampliado, quando um TDAH realiza uma tarefa ou atividade que gosta, ele faz aquilo com alma e coração. Eles dão o seu melhor e mergulham de cabeça da situação.

Por Lisiane Duarte – Psicóloga e Diretora Técnica da Psicotér

 



Se você conhece alguém com TDAH, mostre o caminho para uma vida com mais qualidade. Entre em contato conosco através desse link para agendar uma Avaliação Gratuita para psicoterapia, com um Psicólogo ou Psicóloga em Porto Alegre. Temos a garantia do melhor atendimento e psicólogos de Porto Alegre altamente qualificados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *